Ser Educacional prepara incursão significativa no ensino à distância

Ser Educacional pode fazer oferta por Uniasselvi, referência em EAD. Acreditamos que este movimento faz todo sentido. Veja mais na análise de Max Bohm.

Ser Educacional prepara incursão significativa no ensino à distância

Rumores de mercado apontam que o grupo de educação superior Ser Educacional deve fazer uma oferta pela Uniasselvi, referência em EAD com mais de 120 mil alunos e 70 polos ativos pelo Brasil.

Controlada pelos grupos de private equity Carlyle e Vinci Partners, Uniasselvi deve exigir um investimento próximo de 1 bilhão de reais por parte da Ser Educacional, que emitiu recentemente 200 milhões em debêntures e possui um caixa confortável para realizar este movimento relevante.

Ser esperava com apreensão o resultado da fusão entre Kroton e Estácio que, se confirmada, poderia ter alguns bons ativos de EAD a serem colocados à venda por exigência do CADE. Como a fusão não foi aprovada, Ser Educacional apontou o canhão para outro alvo e agora negocia a Uniasselvi.

“Sabíamos do interesse declarado do grupo nordestino em crescer no ensino à distância após grandes investimentos na abertura de polos nos últimos anos. Acreditamos que este movimento faz todo sentido. Até 1 bilhão de reais seria considerada uma boa aquisição dado que SEER3 negocia 10,1x ev/ebitda e Uniasselvi estará sendo precificada a 7,9x considerando o ebitda gerado em 2016 (127 milhões de reais)”, analisa Max Bohm, responsável pelo relatório Microcap Alert.

Conteúdo relacionado