A concessão do ano ou o ano da concessão?

Fazer primário com receita extraordinária vale?

A concessão do ano ou o ano da concessão?

“Air Force Reserve Command energy conservation officials are working to make energy use and conservation a consideration in everything people do.”

O que surpreendeu no resultado primário do governo central, que registrou superávit de quase R$ 15 bi, foram as concessões de hidrelétricas.

Só no mês de janeiro a receita com concessões já se apresenta maior que os dois anos anteriores inteiros.

Captura de Tela 2016-02-25 às 17.34.52

Fazer primário com receita extraordinária vale? Até vale, mas se não fossem as concessões o resultado ficaria próximo da pior estimativa para o resultado de janeiro. Ou seja, ou o governo faz concessão o ano inteiro para salvar as contas ou vai ter que cortar gasto e aumentar receita de outra forma.

Se o governo saiu ganhando, quem dançou na história foi Cemig e Copel, que tomaram as hidrelétricas em um momento que seus balanços apresentam altos níveis de endividamento e o cenário macro é adverso para captação.

Por isso só existe uma empresa exposta a geração no Vacas Leiteiras, e certamente não são essas.

Conteúdo relacionado