Choque de realidade

Começar o Brasil do zero.

Choque de realidade

Em um mundo paralelo, Temer já estaria debruçado em seu plano de governo.

Um ministério de notáveis, uma ponte para o futuro, uma postura forte…

Não temos mais tempo para brincadeiras. Não podemos nos dar ao luxo de reformas lentas, graduais e com muita paciência, amor e carinho.

As nossas instituições foram banalizadas nos últimos anos.

Pode interferir no Banco Central, pode maquiar as contas públicas, pode canetar o setor de energia, mas quando a conta fica grande não tem amor e carinho que pague.

Nomes fortes já podem mudar as expectativas, mas medidas altamente impopulares precisam estar na pauta, como a reforma da previdência, endurecer o discurso com os estados, demissões, etc…

Conteúdo relacionado