Imediatamente

O Governo tem uma receita para o país sair da recessão e voltar a crescer imediatamente: fé e tudo o que há de bom.

Imediatamente

O governo vai lançar um Plano Nacional de Emergência para a retomada IMEDIATA do crescimento.

Eu era muito pequena na época da hiperinflação, mas quando o governo promete que vai fazer alguma coisa com efeitos imediatos me lembra os congelamentos de preços. Todos eles tinham uma coisa em comum, além do próprio congelamento: o fato de que prometiam resolver a inflação de forma IMEDIATA.

Captura de Tela 2016-02-17 às 14.30.58

A atual presidente e o ministro da Fazenda esquecem que medidas não bastam. Os agentes não respondem conforme sua magnânima vontade, se assim fosse os congelamentos teriam dado certo.

Como investir em um país com risco de Calote iminente, política fiscal aos frangalhos, inflação fora de controle (aliás, quanto você acha que será a inflação este ano? Responda no nosso Twitter).

Esqueceram-se da regra básica: ter credibilidade, como bem lembrou Felipe no Palavra do Estrategista.

Até pouco tempo, Guido Mantega anunciava uma vez por mês grandes planos emergenciais para impulsionar crescimento: reduzia IPI, impostos de importação e exportação, desonerava folha de pagamento e anunciava inúmeros programas como PAC e Minha Casa Minha Vida sem o menor critério. Mentira. O critério era “quem chora mais?”

Bom, agora que estamos com uma recessão de 3%, qual a credibilidade destes planos? Por que eu deveria acreditar que agora vai ser diferente?

Uma vez um sábio disse que urgente é algo que alguém deixou de fazer em tempo hábil.

Pois é.

Conteúdo relacionado