Orgulho e Preconceito

Um caso de amor eterno (O que nós temos que eles não têm?).

Orgulho e Preconceito

Existem empresas brasileiras que já se provaram sólidas independentemente dos (des)Governos.

Um exemplo é Itaú, cujo lucro cresceu praticamente R$ 10 bi em 2 anos enquanto o PIB derreteu. Você sabe como é difícil o governo economizar R$ 10 bi?

Se existem e sempre existiram empresas excepcionais, então por que a maioria dos gestores resistem em se entregar ao poder dos bons gestores?

No meio de um processo de impeachment que pode mudar completamente o rumo de nossa economia e das nossas empresas, como a bolsa ainda resiste a subir acima de 52 mil pontos?

O romance acabou para sempre?

Em Orgulho e Preconceito Mr. Darcy esnoba Elizabeth Bennet, apenas no capítulo 34 ele se declara:

Em vão tenho lutado comigo mesmo; nada consegui. Meus sentimentos não podem ser reprimidos e preciso que me permita dizer-lhe que eu a admiro e amo ardentemente.”

Elizabeth recusa o primeiro pedido de casamento de Darcy, mas depois do segundo pedido ela cede.

A bolsa não é tão romântica, mas vemos que o caso de amor da maioria dos investidores com ela se dará da mesma forma.

A maior parte do mercado correrá desesperado atrás do prejuízo somente quando o novo Governo anunciar seu Ministério de notáveis?

Poucos entendem os casos de amor eterno com as Melhores Ações da Bolsa.

Conteúdo relacionado