Regressão

E se o governo fizesse igual a Hypermarcas?

Regressão

 

Permitam-me um minuto de filosofia barata.

O que somos hoje é um reflexo das nossas atitudes no passado.

 

Por que temos inflação de 10%? Por que o Banco Central foi conivente quanto aos preços, não agiu na hora certa e não fez absolutamente nada para ancorar as expectativas.

Por que temos a maior taxa de juros do mundo? Pois demos calote no passado.

Por que demos calote no passado? Gastamos o que não tínhamos.

Por que gastamos o que não tínhamos? Para garantir medidas populistas.

 

Às vezes eu me pego pensando por que o governo não segue alguns bons exemplos de empresas como a Hypermarcas?

A empresa era um típico case de aquisições. Comprava ativos por todos os lados e claro que a conta chegou via alto endividamento.

O que fez a Hypermarcas? Começou a se desfazer de ativos e recentemente vendeu os negócios de higiene e beleza, o que vai gerar um caixa de mais de US$ 1 bi.  Então, a empresa deixará a alavancagem para trás e se tornará caixa líquido nos próximos trimestres.

 

E se o governo começasse a fazer o mesmo?

Conteúdo relacionado