Tarifas dos bancos sobem até 198%

Desde o começo do mês o Criando Riqueza vem alertando para as artimanhas que os bancos usam para fazer seu dinheiro render (para eles)

Tarifas dos bancos sobem até 198%

O Procon de São Paulo apresentou ontem o resultado de sua pesquisa sobre as tarifas que os bancos cobram por seus serviços. Os resultados mostram aumentos de até 198% (isso mesmo: cento e noventa e oito por cento) em algumas taxas entre 2015 e 2016.

O levantamento foi feito com Banco do Brasil, Bradesco, Caixa, HSBC, Itaú, Safra e Santander. Foram comparados os serviços considerados prioritários e os pacotes de serviços padronizados pelo Procon.

Esse aumento exorbitante de quase 200% é obra do Banco do Brasil. Segundo o Procon, a instituição financeira estatal subiu a tarifa de seu depósito identificado de R$ 2,85 para R$ 8,50. Quase triplicou.

O caso não é único. Quase todos os bancos subiram mais de 20 de suas taxas (as exceções são o Safra e o HSBC). Veja todos os aumentos aqui no site do Procon.

Outro fato que chamou a atenção foi a diferença entre o custo do mesmo serviço em bancos diferentes.

O caso mais alarmante é entre o Santander e o Banco do Brasil. Enquanto um cobra R$ 21 pelo pagamento de contas com cartão de crédito, o outro cobra R$ 4.

Desde o começo do mês o Criando Riqueza vem alertando para as artimanhas que os bancos usam para fazer seu dinheiro render (para eles). E aumentar as tarifas é só uma delas.

Neste link você pode ver outros exemplos, com relatos do nosso analista que passou três anos de sua carreira dentro de um grande banco. Aqui ele mostra outras armadilhas bancárias, como o título de capitalização, os seguros que você não precisa e a previdência privada que só serve para manter o cliente refém.

Conteúdo relacionado