Ações da Vale caem com notícia sobre venda de participação de um ex-controlador

No final do pregão desta quarta-feira (28/02), as ações da Vale chegaram a despencar quase 6% e encerraram com queda de 4,82%. Especulou-se que um […]

Compartilhe:

No final do pregão desta quarta-feira (28/02), as ações da Vale chegaram a despencar quase 6% e encerraram com queda de 4,82%. Especulou-se que um dos ex-controladores, a Litel Participações, um grupo de fundos de pensões que detém quase 21,3% de seu capital social, estaria interessada em vender cerca de metade de sua participação, o que, potencialmente, pode gerar uma oferta de até R$ 26 bilhões no mercado o que, obviamente, traria pressão sobre o preço das ações.

Desde o último dia 15 de fevereiro, está permitida a venda de 16,71% do capital social da Vale pelos antigos controladores – Litel Participações, BNDESpar, Mitsui e Bradespar. O fim do lockup (restrição à venda de participação acionária) faz parte do novo acordo de acionistas costurado pelo grupo de controle quando da reorganização societária, iniciada no ano passado, que transformou a Vale em uma empresa do Novo Mercado.

Em comunicado aos investidores, a mineradora informou que não recebeu da Litel qualquer instrução quanto à preparação de uma oferta para venda de sua participação. Também foi informado que qualquer alienação futura pela Litel se daria de forma ordenada, organizada e gradual.

 

Conteúdo recomendado