Demanda por bens industriais fecha 2017 com alta de 4,2%

O indicador Ipea mensal de Consumo Aparente de Bens Industriais referente a dezembro registrou alta de 2,4%, na comparação com novembro. O resultado consolidado de […]

Compartilhe:

O indicador Ipea mensal de Consumo Aparente de Bens Industriais referente a dezembro registrou alta de 2,4%, na comparação com novembro. O resultado consolidado de 2017 mostra uma demanda positiva, com elevação de 4,2% – ou seja, acima dos 2,5% de crescimento da produção nacional calculada pela Pesquisa Industrial Mensal, Produção Física, do IBGE.

Foi verificado um crescimento em 17 segmentos, de um total de 22, aumentando o índice de difusão – que mede a porcentagem dos segmentos da indústria de transformação com aumento em comparação ao período anterior, após ajuste sazonal ¬– para 77%, ante 59% do período anterior. Entre os segmentos com maior peso, contribuíram positivamente “outros equipamentos de transporte”, com alta de 40,1%, e “veículos automotivos”, com expansão de 8,3%.

O resultado do indicador também foi positivo no quarto trimestre de 2017, quando comparado ao terceiro (alta de 2,9%). Frente a dezembro de 2016, o desempenho do Indicador Ipea de Consumo Aparente de Bens Industriais em dezembro de 2017 foi 9,7% superior.

Conteúdo recomendado