B2W e o e-commerce: a melhor defesa é o ataque

Compartilhe:

Com a ameaça da Amazon roubar o lanche das empresas de e-commerce brasileiras, B2W parte para o ataque. Sem nenhuma criatividade no nome, B2W, lançará o “Americanas Prime” e ampliará o “Submarino Prime”. Nem tentaram disfarçar o que aprenderam com a gigante americana.

Além disso, a B2W também entrará no segmento de venda de produtos usados pela pessoa física – batendo de frente com o Mercado Livre. Os gestores afirmam que são planos antigos e não tem nada a ver com a entrada da Amazon. (…) Sim, a Amazon é poderosa, mas B2W tenta se proteger com sua logística própria e operação que já conhece os meandros de operar na legislação tributária brasileira.

Conteúdo recomendado