Banco do Brasil apresenta melhor lucro líquido dos últimos anos

Na manhã de hoje, o Banco do Brasil divulgou ótimos números para o resultado de 2017, com bom controle de despesas, crescimento de margem financeira […]

Compartilhe:

Na manhã de hoje, o Banco do Brasil divulgou ótimos números para o resultado de 2017, com bom controle de despesas, crescimento de margem financeira e melhora de ROE (Retorno sobre Patrimônio). O banco cumpriu todos os itens do guidance estipulado no começo do ano passado.

Com relação à carteira de crédito, Banco do Brasil mostrou evolução na carteira de pessoas físicas – crédito consignado e financiamento imobiliário – e no crédito ao agronegócio. Em contrapartida, as empresas ainda não colocaram o pé no acelerador e a carteira de pessoas jurídicas apresentou redução no trimestre.

Quanto à inadimplência, o banco segue reduzindo despesas com provisões para devedores duvidosos (PDD) e mantém os índices de operações vencidas a mais de 90 dias sob controle.

O destaque do trimestre fica para a redução nas despesas administrativas que levaram o lucro líquido para o melhor patamar dos últimos anos: R$ 11 bilhões. Com isso, o ROE do Banco do Brasil ficou em 13,8% no último trimestre do ano passado e 11,8% em 2017 – crescimento de 2,3% quando comparado a 2016.

Banco do Brasil se mostra otimista com 2018 e estipula um guidance de crescimento de lucro líquido em média de 15,9% em média, sustentado pelo avanço da carteira de crédito, da receita com serviços e redução das despesas com PDD.

Conteúdo recomendado