Bitcoin cai novamente e atinge US$ 6,3 mil

Se não bastasse a pressão em meio a iniciativas na Coreia do Sul, China e Índia para restringir operações com criptomoedas, o que vem abalando […]

Compartilhe:

Se não bastasse a pressão em meio a iniciativas na Coreia do Sul, China e Índia para restringir operações com criptomoedas, o que vem abalando o preço das moedas digitais desde dezembro, hoje o bitcoin caiu novamente e chegou a atingir menos de US$ 6 mil como reflexo das incertezas do mercado com a queda das Bolsas pelo mundo. Todas fecharam negativas nesta segunda (05/02) e as asiáticas também fecharam em queda nesta terça.

Por volta das 9h35, o bitcoin tinha subido um pouco e custava US$ 6,3 mil, o que representa uma queda de 18,94% nas últimas 24 horas e de 42,2% nos últimos sete dias. A desvalorização da moeda digital já eliminou US$ 200 bilhões do seu valor de mercado nos últimos dois meses. “Enquanto não voltar o otimismo ou a forca compradora, o bitcoin não vai voltar a subir. Mas é preciso entender que a queda está relacionada ao medo e a incerteza. Não existe falha no projeto ou no código”, avalia Vinicius Bazan, co-autor da série Empiricus Crypto Alert.

Conteúdo recomendado