Faltou a “ajudinha” para Cemig

A Cemig não conseguiu levar nenhuma das quatro usinas leiloadas nesta quarta (27/09). A chinesa SPIC ficou com a de São Simão, a Enel com a de Volta Grande e a ótima Engie com Miranda e Jaguara. Políticos mineiros ficaram irados com o governo por não ter dado uma ajudinha a Cemig. Eles deixaram de lado suas diferenças partidárias em prol do que seria o “melhor” para a estatal.

Mas assumir mais essa enorme dívida realmente seria o melhor para Cemig? Ou o problema para os excelentíssimos políticos está na redução dos cargos e benefícios que a perda das usinas provocará? Vimos mais uma vez que a melhor maneira de unir políticos das mais variadas ideologias é mexer em seus bolsos e privilégios.

Conteúdo relacionado