Cesp (CESP6): apenas um contratempo

Comentamos diversas vezes sobre como a renovação do contrato da Usina Porto Primavera é fundamental para que o leilão de privatização da Cesp (CESP6) seja […]

Compartilhe:

Comentamos diversas vezes sobre como a renovação do contrato da Usina Porto Primavera é fundamental para que o leilão de privatização da Cesp (CESP6) seja bem-sucedido.

Porto Primavera é responsável por mais de 90% da capacidade instalada da companhia. Sem a garantia de renovação dela, o interesse pela Cesp ficaria bastante prejudicado.

Pois bem, tudo estava caminhando dentro do planejado, e a outorga pela usina já estava definida, inclusive. Mas a Justiça Federal resolveu suspender o processo de renovação com a justificativa de que uma audiência pública virtual não é suficiente. Será necessária uma reunião pública presencial no município de Rosana (SP), onde fica a usina.

Fique de olho nas próximas notícias.

Conteúdo recomendado