Conselho Monetário Nacional muda regra da poupança

O CMN (Conselho Monetário Nacional) alterou, nesta quinta-feira (18/01), a regra da poupança. A TBF (Taxa Básica Financeira), e por consequência a TR (Taxa Referencial), […]

Compartilhe:

O CMN (Conselho Monetário Nacional) alterou, nesta quinta-feira (18/01), a regra da poupança. A TBF (Taxa Básica Financeira), e por consequência a TR (Taxa Referencial), terão um novo indexador.

Na regra anterior, a TBF era calculada a partir das taxas médias de CDBs e RDBs, o que basicamente era incalculável para o investidor comum, além de muito volátil. Agora, ela passa a ser a taxa da LTN (Tesouro Prefixado) de um mês, reduzida por um fator de 0,93.

Na prática, a TR continua zero no curto prazo. E a caderneta de poupança segue rendendo 70% da Selic, sendo que a LFT (Tesouro Selic) rende de 77,5% à 85% da Selic (a depender do Imposto de Renda regressivo).

Conteúdo recomendado