Equilibrar as contas públicas é a prioridade das eleições

Compartilhe:

A regra de ouro das contas públicas diz que o governo não pode emitir dívida para pagar despesas correntes (…). Como essas despesas acontecem todo mês, e dificilmente são cortadas, se endividar para pagá-las significa entrar em uma bola de neve de crescimento de dívida.

O Planalto vem pressionando o BNDES para devolver recursos, de tal forma que não estourem a regra de ouro. Afinal, isso seria crime de responsabilidade passível de impeachment. Equilibrar as contas públicas é a prioridade número 1 do país e das eleições!! Não se esqueça disso quando for votar.

Conteúdo recomendado