Demanda de calçados no final de 2017 foi menor do que o esperado

Compartilhe:

De acordo com a Abicalçados, a demanda de calçados no fim do ano (novembro e dezembro) foi menor do que o esperado. As encomendas, até ali, pelas varejistas haviam sido grandes demais, o que causou cancelamento de pedidos das fábricas. A Vulcabrás já havia nos alertado deste fato, só não sabíamos que o arrefecimento tinha pego todo o setor de calças curtas.

A entidade também espera crescimento de 3% a 4% da produção em 2017 e o mesmo desempenho em 2018 – expansão maior viria das exportações. Não é a melhor previsão do mundo, mas precisaríamos entender melhor de onde vem o pessimismo da Abicalçados. Com economia crescendo 3% ou mais em 2018 e dólar estável (ou em alta) imaginamos que o setor possa voltar a mostrar todo seu potencial de geração de valor.

Conteúdo recomendado