Ilan se posiciona contra duplo mandato do Banco Central

Em entrevista na manhã de hoje, à rádio CBN, o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, se posicionou contra a proposta de alteração da meta […]

Compartilhe:

Em entrevista na manhã de hoje, à rádio CBN, o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, se posicionou contra a proposta de alteração da meta do BC para duplo mandato, de minimizar inflação e maximizar crescimento. O duplo mandato é polêmico, pois é o método utilizado pelo Fed nos EUA.

Segundo o presidente do BC, o crescimento não depende apenas da política monetária, mas também do governo, da política econômica, dos trabalhos dos ministérios, da política fiscal e do nível de produtividade da economia. Diante disso, colocar para o BC esta responsabilidade (que não é dele) poderia prejudicar o controle da inflação, além de judicializar a política monetária.

Em ano de eleição como este, por exemplo, poderiam cobrar mais crescimento do BC, em vez de cobrar do governo. Ou poderiam afirmar que, ao se cumprir uma meta, abriu-se mão da outra. Eu não poderia concordar mais com Ilan – o BC controla a inflação. Já a política econômica, o governo deve cuidar.

Conteúdo recomendado