Oferta de compra da Fibria pela Paper pode ter entraves jurídicos, diz jornal

A oferta de compra da Fibria pelo grupo Paper Excellence pode encontrar entraves jurídicos, conforme reportagem publicada hoje pelo Estadão. O problema estaria na restrição, […]

Compartilhe:

A oferta de compra da Fibria pelo grupo Paper Excellence pode encontrar entraves jurídicos, conforme reportagem publicada hoje pelo Estadão. O problema estaria na restrição, que existe desde 2010, de compra de terras por grupos estrangeiros no Brasil. A decisão da AGU (Advocacia Geral da União) proíbe grupos internacionais de adquirir controle de propriedade agrícolas.

Já a possível fusão com a Suzano não teria entraves, uma vez que as negociações envolvem grupos brasileiros. Maior produtora de celulose do mundo, atualmente a Fibria tem 1,056 milhão de hectares de florestas, entre hectares de árvores de eucaliptos plantadas, áreas de preservação e conservação ambiental, entre outros usos. Se nada atrapalhar, a conclusão da aquisição pela Paper está prevista para acontecer até setembro deste ano.

Conteúdo recomendado