Expansão da Kroton quer atingir EBITDA de R$ 3,5 bilhões

O presidente da Kroton, Rodrigo Galindo, divulgou as diretrizes da companhia para os projetos dos próximos dez anos. A expansão da Kroton tem o objetivo, […]

Compartilhe:

O presidente da Kroton, Rodrigo Galindo, divulgou as diretrizes da companhia para os projetos dos próximos dez anos. A expansão da Kroton tem o objetivo, com o crescimento orgânico dos cursos de graduação e expansão da operação em ensino básico e educação continuada, de chegar a um EBITDA de R$ 3,5 bilhões em 2028 – um avanço de 41,6% quando comparado ao valor esperado para 2017.

A companhia mantém sua estratégia de aumento no número de unidades – para curso superior – e aquisição de colégios com mensalidade média de R$ 1,2 mil – expansão da educação básica.

O destaque da reunião ficou por conta das discussões ao redor do impacto do novo FIES que, na opinião de Galindo, deixou de ser financeiramente rentável devido às exigências que uma parcela da mensalidade seja revertida ao fundo garantidor do programa. As mudanças para o novo FIES devem atingir a captação de novos alunos em todas as companhias do setor.

Conteúdo recomendado