Rumo viabiliza R$ 6 bilhões para extensão da Ferronorte

Compartilhe:

De acordo com o presidente Julio Fontana Neto, a Rumo já viabilizou os R$ 6 bilhões necessários para a extensão de 650 quilômetros da Ferronorte, que liga Rondonópolis a Sorriso no Mato Grosso e, por meio de conexão com a Malha Paulista (também sob concessão da Rumo), escoa boa parte da produção de grãos do Centro-Oeste.

A expansão deve levar a ferrovia até o médio-norte do Mato Grosso, um dos principais polos produtores de soja e milho do estado. A companhia já teria levantado todo o capital necessário para o projeto, sem necessidade de financiamento público – um belo avanço da tradicional ajuda do BNDES ao setor.

Mas, para que os investimentos saiam do papel, a Rumo espera uma resolução da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) sobre a renovação por mais 30 anos da concessão da Malha Paulista – a Ferronorte tem concessão prevista até 2079 e, atualmente, o contrato da Malha Paulista só vai até 2028, ou seja, não faz sentido investir em uma sem ter garantido maior prazo de concessão para a outra.

Conteúdo recomendado