FGC quer reduzir prazo de pagamento em 53 dias

Compartilhe:

O diretor executivo do FGC (Fundo Garantidor de Crédito), André Loes, disse que uma medida enviada para o Congresso planeja reduzir o tempo médio de pagamento das garantias do FGC, em caso de quebra de algum banco, de 60 para apenas sete dias. Segundo ele, esse é o padrão internacional. Mas, para que isso aconteça, um novo sistema de informações precisa ser colocado em prática.

Além disso, também há o objetivo de estimular a compra de bancos em situação difícil para que o FGC reduza a necessidade de utilizar o seu patrimônio. Tudo isso é extremamente necessário, uma vez que os depósitos garantidos pelo fundo, que antes representavam pouco mais de 25% do sistema, agora passaram para 45%, após mudanças como o aumento da garantia para R$ 250 mil por CPF.

Conteúdo recomendado