IBOV: para onde vai a Bolsa?

Compartilhe:

Eu estava na ilusão de que nosso mercado subia com as próprias pernas. Juros caindo, economia melhorando, o país entrando nos eixos. Até que olhei um gráfico do índice de ações chinês HSI (disclaimer: a China tem diversos índices de ações). O HSI sobe mais que o IBOV em 2017, 31% contra 28% – e a semelhança dos movimentos com nosso IBOV é enorme.

Atualmente, nosso receio (e do restante do mundo) é que um aumento dos juros americanos, acima do que espera o mercado, possa desencadear um fluxo de dinheiro de volta para os EUA e prejudicar os mercados emergentes. Mas boas notícias surgiram no congresso do partido comunista chinês. Xi Jinping, presidente da China, declarou que irá aprofundar reformas e abrir a economia. Ótimo para Xi, a China, o mundo e o Brasil.

No curto prazo é impossível saber, mas com a China andando bem e nossa economia saindo do buraco, devemos continuar tendo enormes alegrias com nossas amadas ações.

Conteúdo recomendado