Taxa de juros nos EUA se mantém estável, mas Fed sinaliza subida mais forte

Com poucas alterações, Janet Yellen conduziu nesta quarta-feira (31/01) sua última reunião à frente do Fed – banco central americano. A taxa de juros nos […]

Compartilhe:

Com poucas alterações, Janet Yellen conduziu nesta quarta-feira (31/01) sua última reunião à frente do Fed – banco central americano. A taxa de juros nos EUA se manteve estável, mas o comunicado liberado após a reunião indica um tom mais hawkish (austero) dos membros se comparado com dezembro do ano passado.

Em relação as condições econômicas – crescimento e emprego – o tom foi mais positivo e mostrou que estão mais fortes na margem. Sobre a inflação, parece que a confiança no indicador cresceu – diversas mudanças na linguagem indicam essa direção.

Assim, como uma economia mais forte e melhoras perspectivas para a inflação, o Fed também voltou varias vezes a enfatizar que seguirá em seu curso de subida de juros ao longo do tempo. Mercado já vinha flertando com um ritmo de juros mais forte por lá e esse comunicado alimenta essa expectativa.

Conteúdo recomendado