Mercado subestima chances de Lula se tornar presidente

Compartilhe:

A eleição brasileira de 2018 começa a fazer preço. Esse movimento só deve se intensificar nos próximos meses. (…) A pesquisa divulgada no último final de semana assustou. Não trouxe grandes novidades, mas mostrou a ausência de um candidato de centro com força e um Lula ainda muito resiliente. (…) Não quero dizer que o Lula será eleito em 2018. Mas, preciso reconhecer a chance de ele ser eleito.

A probabilidade da segunda instância do TFR do Paraná manter a condenação de Lula – a mais ou a menos – é dada como certa. Isso leva a uma conclusão simplista: pela lei da ficha limpa, Lula não poderia ser candidato. Mas ainda não seria assim. (…) Dependendo dos prazos observados e da sequência deles, se poderá chegar na data da posse do próximo presidente sem se saber quem será o presidente eleito. (…) gerando uma insegurança jurídica e política, até na formação do novo governo e da validade das medidas adotadas junto à posse do novo presidente.

Na dúvida, meu caro, é melhor se proteger. Eu não acho que o Lula será eleito novamente. Mas acho que o mercado hoje subestima a chance de isso acontecer. Com isso, comprar seguros contra essa possibilidade hoje me parece bem razoável.

Leia a análise complete no Day One, As bruxas de Salém.

Conteúdo recomendado