M. Dias Branco: melhores volumes, piores preços

Compartilhe:

M. Dias Branco divulgou números para o terceiro trimestre de 2017 um pouco piores que o esperado pelo mercado. A companhia teve crescimento saudável de volumes de 6% e ganho de participação de mercado, mas com queda de margem bruta.

A redução do custo do trigo (óleo vegetal e açúcar) não foi suficiente para contrabalancear a redução de preços – com maiores descontos. Receita líquida em alta de 2%, EBITDA em queda de 7% e lucros caindo 6%. Aumento dos gastos com marketing também impactou o EBITDA da companhia no trimestre.

Conteúdo recomendado