O índice cripto bate à porta

Já é muito difícil investir em bons ativos nesse mercado de cripto. Mas quando se vai pensar em um benchmark como existe no mercado tradicional, […]

Compartilhe:

Já é muito difícil investir em bons ativos nesse mercado de cripto. Mas quando se vai pensar em um benchmark como existe no mercado tradicional, aí o negócio complica mais ainda. Tem gente que gosta de “bater” o bitcoin e o usa como balizador, outros preferem pensar como superar os ganhos em dólares e por aí vai. Como quase tudo nesse mercado, não existe consenso. No entanto, quando Mike Novogratz e a Bloomberg se juntaram para criar um índice de cripto, essa falta de benchmark pode estar com os dias contados. O futuro índice Bloomberg Galaxy Crypto Index (BGCI) visa ser um reflexo do mercado por meio da variação dos maiores e mais líquidos ativos. O índice pretende avaliar dez ativos: bitcoin, bitcoin cash, ethereum, ethereum classic, monero, ripple, EOS, litecoin, dash e zcash.

Conteúdo recomendado