Decisões da Oi podem não agradar a todos os acionistas

A Oi conseguiu costurar um acordo entre a diretoria e o conselho de administração em torno do plano de recuperação judicial. O novo plano elimina a proposta de remuneração de credores antes do aporte na companhia. O plano contempla uma capitalização de R$ 9 bilhões (…). Foram também estabelecidas metas de investimentos e de desalavancagem.

O plano aprovado deverá ser apresentado à Justiça nesta quarta (11/10). Enquanto a assembleia de credores está marcada para 23 deste mês, ponderamos que por mais que a capitalização seja importante para a companhia tentar melhorar a sua posição de caixa (mesmo que minimamente), uma diluição dos acionistas seria inevitável. Algumas ações podem não agradar a todos, mas se fazem necessárias para que a companhia chegue a um acordo para finalizar um plano.

Conteúdo relacionado