Com corte de custos, Portobello expande margem bruta em 5%

A Portobello divulgou ótimos números para o quarto trimestre do ano passado, resultado de uma enorme melhora no mix de produtos vendidos e no corte […]

Compartilhe:

A Portobello divulgou ótimos números para o quarto trimestre do ano passado, resultado de uma enorme melhora no mix de produtos vendidos e no corte de custos. E o resultado não poderia ser diferente, a margem bruta saiu de 35% para 40% em 2017. Com isso, mesmo com receita estável, o Ebitda da companhia cresceu maravilhosos 78% apenas no último trimestre.

Um ROE (Retorno sobre Patrimônio) de 23%, mesmo com o setor de construção civil ainda lambendo suas feridas, mostram a qualidade do negócio. Endividamento caindo 15% na comparação anual – atingindo o menor patamar de dívida líquida/Ebitda dos últimos três anos.

No entanto, um aumento de 114% no resultado financeiro de Portobello acabou com seus lucros – caíram 8% no trimestre. E nenhuma explicação para nos deixar mais confortáveis. Apesar disso, o ano foi ótimo para a empresa que tem tudo para um 2018 melhor ainda. A retomada do setor de construção civil somado a melhora do varejo tende a se converter em ótimos resultados para os investidores.

Conteúdo recomendado