Novo presidente do Fed é música para os ouvidos do mercado

Compartilhe:

O futuro presidente do Fed, Jerome Powell, foi sabatinado pelo Senado americano nesta terça-feira (28/11). O evento foi importante para os mercados internacionais, uma vez que foi a primeira vez que ele teve espaço para se pronunciar com o chapéu de autoridade monetária. O mundo todo quer saber com que perfil ele tocará o maior banco central do mundo. E o impacto que isso pode gerar nos países.

Durante a sabatina no Senado, Powell deu a entender que o perfil dele é muito parecido com o da sua antecessora, Janet Yellen. Gradualismo foi uma expressão repetida diversas vezes. Para ele, os juros devem continuar subindo de forma gradativa, e esta postura utilizada até então tem sido positiva. Segundo Powell, a alta de juros de dezembro parece propícia, mas isso já está 93% precificado pelo mercado, ou seja, não é nenhuma novidade e não causa nenhum temor.

O novo presidente do Fed é música para os ouvidos do mercado. Disse tudo o que eles queriam. E se é bom para eles, é bom para nós também.

Leia a análise na íntegra no Day One, Me diz o que quero ouvir.

Conteúdo recomendado