Copom condiciona queda dos juros à reforma da Previdência

A ata da reunião do Copom, da semana passada, divulgada apenas hoje, deixou bem claro que a nova queda dos juros em 25 bps na […]

Compartilhe:

A ata da reunião do Copom, da semana passada, divulgada apenas hoje, deixou bem claro que a nova queda dos juros em 25 bps na reunião de fevereiro de 2018 estaria condicionada à aprovação na Câmara da reforma da Previdência.

Com isso, eles afirmaram que se o mercado estressar pela não aprovação da reforma, a nova queda não deve se concretizar, terminando o ciclo com Selic a 7%. Acho bem positivo para a parte longa da curva. É importante a cautela do Banco Central com possíveis reações negativas de mercado, além de pressionar os parlamentarem a aprovarem o texto.

Conteúdo recomendado