Reforma da Previdência pode ser engavetada por falta de votos

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, deve engavetar a reforma da Previdência que estava prevista para ir à votação do plenário no dia 20 de […]

Compartilhe:

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, deve engavetar a reforma da Previdência que estava prevista para ir à votação do plenário no dia 20 de fevereiro. O problema é que o governo ainda não teria o apoio dos 308 deputados para que a reforma passe por aprovação.

Se de fato, a votação for cancelada, não existe expectativa para uma nova data e a possibilidade é que a discussão fique para o próximo governo. Neste domingo (04/02), o presidente Michel Temer se reuniu com ministros para discutir o que ainda poderia ser feito para convencer os deputados indecisos. Hoje governo teria apenas 250 votos.

Conteúdo recomendado