Fitch mantém risco Brasil abaixo do grau de investimento

Compartilhe:

A agência de classificação de risco Fitch manteve a nota de crédito do Brasil, o risco Brasil, no patamar “BB”, dois níveis abaixo do grau de investimento (selo de bom pagador). Desta forma, a perspectiva do rating foi reafirmada como negativa, o que ocorre desde 2015, quando o país perdeu o selo de bom pagador.

A fraqueza estrutural nas contas públicas, o endividamento do governo, as fracas perspectivas de crescimento e os indicadores fracos de governanças foram dados como justificativa pela agência ter mantido a nota baixo do Brasil. Essa mesma nota também é repetida por outras duas agências de classificação de risco: Moody´s e S&P.

Conteúdo recomendado