Sanepar: as maravilhas de ser acionista de estatal

Compartilhe:

O governo do Paraná precisa de dinheiro e, claro, usa as empresas estatais como caixa eletrônico. Precisando vender suas ações em Sanepar, o Estado, em conluio com os banqueiros, inventou a emissão de units – o Paraná possui ações ON, sem liquidez, e as juntaria com as PN, com liquidez.

O plano é genial, mas só tem um problema. O Paraná só pode vender as ações acima do valor patrimonial (R$ 9,60), e o mercado (esperto) derruba os papéis até perto deste limite. E a companhia marcou assembleia para o próximo dia 27 para tentar convencer os minoritários a criar as benditas units.

E os acionistas já tentam aproveitar a oportunidade para melhorar a governança da companhia. O medo de um governador populista é sempre presente. Vendo as trapalhadas da gestão, pode não ser nada, mas o mercado vende antes e pergunta depois.

Conteúdo recomendado