SPX vai lançar fundo de previdência multimercados em dezembro

Compartilhe:

O mais recente buchicho da previdência aberta é o lançamento de um plano pela renomada gestora carioca SPX. A estratégia dos multimercados da casa, pelo que soube, de fato será adaptada em um fundo a ser embalado em VGBLs e PGBLs, dentro do que permite a regulação de previdência.

O plano será lançado com a seguradora do Itaú e oferecido com exclusividade pelo banco em um primeiro momento, mas em três meses deve chegar a outras plataformas de varejo.

A previdência será a única porta aberta no varejo para a gestora, cujos cobiçados fundos estão fechados desde 2015, com janelas rápidas de abertura a fim de atender demandas específicas.

A estreia está prevista para dezembro, mês em que a gestora completa sete anos de vida, com um desempenho invejável. Desde que foi lançado, o SPX Raptor é o mais rentável multimercado brasileiro, com ganho médio de 21% ao ano no período.

A Susep, órgão que regula a previdência aberta, impõe algumas restrições aos fundos de previdência, como no que se refere ao uso de derivativos, investimentos no exterior e posições vendidas em Bolsa sem objetivo de proteger uma carteira comprada.

A SPX é a vigésima primeira maior gestora brasileira, com R$ 21,7 bilhões de patrimônio. Questionada, a gestora não confirmou o lançamento do produto.

Conteúdo recomendado