Novidades sobre transação entre Embraer e Boeing deve agitar Bolsa hoje

Hoje o fluxo de notícias em torno do potencial acordo entre a Embraer e a Boeing volta com força, potencialmente ocasionando o aquecimento do papel […]

Compartilhe:

Hoje o fluxo de notícias em torno do potencial acordo entre a Embraer e a Boeing volta com força, potencialmente ocasionando o aquecimento do papel – alta das ações. O que se fala nos bastidores é que a estrutura acionária do negócio – que comtemplaria somente o segmento de jatos comerciais – teria sido finalmente desenhado da seguinte forma: Embraer teria participação de 49%, enquanto a Boeing ficaria com a fatia majoritária de 51%.

Claro que enquanto a companhia não confirmar a transação, é apenas um rumor. No entanto, vale reforçarmos nossa visão positiva sobre o interesse da americana supostamente “restrito” ao segmento comercial, pois compreenderia justamente o ponto de convergência dos interesses de ambas empresas: a sustentabilidade de suas respectivas operações nesse mercado.

De um lado, temos a Embraer com o governo empenhado em não abrir mão da soberania no segmento de defesa & segurança e, ao mesmo tempo, entrando em um ciclo desafiador no mercado de aviação comercial (principalmente, em virtude da transição para a nova geração de jatos – E2), com previsibilidade de alta de custos, queda de margens e fluxo de caixa livre negativo no curto prazo.

Do outro, temos a Boeing, para a qual o segmento de defesa da brasileira não nos parece ser tão estratégico. Mas, possui robustez de caixa, uma vez que a Boeing encerrou o quarto trimestre do ano passado com uma posição de US$ 10 bilhões e bom posicionamento no segmento de aviação comercial.

Portanto, enxergamos que um eventual M&A (Mergers and Acquisitions) seria um movimento crucial de sobrevivência no longo prazo, tanto para a americana quanto para a brasileira, principalmente diante da aliança entre Bombardier e Airbus. Certamente, não vai dar para nenhuma das duas partes ficar parada diante do rival de peso que está sendo criado a partir da união das concorrentes.

Conteúdo recomendado