Vacância de lajes corporativas cai e preços se estabilizam

Compartilhe:

As principais consultorias imobiliárias de properties (brokers) traçaram um cenário positivo para o segmento de lajes corporativas na cidade de São Paulo. Há a expectativa de que esse ano ainda possamos passar 2013 em termos de absorção líquida de áreas.

As empresas (locatários) têm se aproveitado dos preços de aluguel ainda baixos, por conta da vacância, para se mudar e/ou expandir suas operações – 64% das empresas que se movimentaram expandiram as suas operações no terceiro trimestre de 2017.

O movimento “flight-to-quality”, migração de escritórios antigos para modernos, tem sido o grande “driver” do mercado classe A+ de ativos. O número de visitação aos empreendimentos aumentou e o tempo para fechamento de contratos de locação diminuiu. A vacância de lajes caiu novamente e os preços pedidos se estabilizaram.

Conteúdo recomendado