Vacância deve chegar a menos de um dígito até 2020

Compartilhe:

A Colliers, consultoria do mercado de properties, estima que a vacância, que hoje está próxima a 21%, deve chegar a menos de um dígito em 2020 na cidade de São Paulo. A estimativa está em linha com as nossas expectativas.

O grande ciclo de entrega de obras de lajes corporativas já ocorreu. Entre 2012 e 2015 foram entregues 300 mil metros quadrados por ano em média, para 2018 por exemplo, estima-se um terço desse montante. Com isso, a absorção liquida será ainda mais positiva, fazendo com que a vacância siga a sua trajetória de queda.

Em relação aos preços, a consultoria espera já no primeiro semestre do ano que vem o início do processo de aumento. O movimento “flight to quality” tem sido um dos grandes drivers da melhora do mercado de triple A, juntamente com a expectativa de retomada de crescimento econômico.

A leitura da consultoria está em linha com o que estamos frisando há um semestre. Os FIIs (Fundos de Investimentos Imobiliários) de lajes corporativas tem sido um dos grandes destaques na Bolsa. Os últimos dois meses foram bastante movimentados em termos de novas locações.

Conteúdo recomendado