Varejo decepciona e recua 1,5% nas vendas de dezembro

Na contramão dos bons resultados de produção industrial, o varejo decepcionou ao recuar 1,5% nas vendas do último mês de 2017. O mercado esperava uma […]

Compartilhe:

Na contramão dos bons resultados de produção industrial, o varejo decepcionou ao recuar 1,5% nas vendas do último mês de 2017. O mercado esperava uma queda de apenas 0,4%. Os dados foram divulgados hoje pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

No geral, tivemos quedas relevantes em praticamente todos os grupos, mas o destaque fica para hipermercados, que recuaram 3% e possuem grande peso no indicador. Uma possível explicação para este quadro tão ruim seria o adiantamento de compras devido à Black Friday, “roubando” um pouco do resultado de dezembro.

Já na comparação com dezembro de 2016, a foto é bastante diferente. Boa parte dos resultados apresentaram números bastante positivos, com destaque maior para tecidos e artigos farmacêuticos, com altas de 7%. Apesar de ruim na ponta, o resultado do varejo mostra que a economia brasileira segue se recuperando.

Conteúdo recomendado