A última newsletter de 2017

Na última newsletter de 2017, não tocarei no assunto “investimentos”. Falarei sobre propósito!

Compartilhe:
Enviar link para o meu e-mail
A última newsletter de 2017

Hoje estamos todos nos preparando para a passagem do ano. Se for uma pessoa de sorte, sua família já estará toda reunida neste momento.

Por mais que você goste dos meus artigos sobre renda fixa, imagino que esta é a última coisa de que você quer ouvir falar agora.

Então, serei breve e não tocarei no assunto “investimentos”. Deixemos isso para 2018.

Hoje falarei sobre propósito!

Tem pessoas que nascem já sabendo o que querem ser. Tem pessoas que passam a vida toda tentando descobrir. Mas não há nada no mundo que encha mais o coração do que amor e propósito.

É muito legal trabalhar com algo que nos faça sentir úteis para a sociedade.

Quando cheguei aqui na Empiricus, em 2016, não estava completamente segura de que esse era meu caminho. Tinha passado toda a minha carreira como gestora de fundos independentes. Não sabia se iria me acostumar a escrever relatórios, falar com os leitores, abandonar aquele ritmo frenético de mesa de operações. Mas, apesar de eu não estar tão segura, teve alguém lá em cima que sabia que estava me fazendo um grande favor.

Nos primeiros dias em que publiquei um material, me recordo dos inúmeros e-mails de boas-vindas e da recepção calorosa dos leitores. Li coisas do tipo: “Ainda bem que você chegou!”, “Precisava mesmo entender mais sobre renda fixa”, “Boa sorte!”.

Eram votos de pessoas que nunca tinham me “visto” antes. Não me conheciam, não sabiam como eu era. E aqueles e-mails me abraçaram, e, logo no começo, percebi que o trabalho aqui seria diferente e especial.

Os anos de mercado financeiro, as assets maravilhosas pelas quais eu passei, os gestores brilhantes que conheci e com quem trabalhei, todos me prepararam um pouco mais para esse trabalho que estava por vir. Com o conhecimento que eu havia acumulado, percebi que conseguia ajudar muita gente: investidores que não tiveram as mesmas oportunidades que tive ou que tinham outras ocupações — que, igualmente, lhes acaloravam o coração.

Parece clichê falar que isso tudo não seria nada sem vocês (no entanto bem sabemos que todo clichê só o é, porque é verdade). Mas não seria mesmo de qualquer forma! Vou para casa feliz com cada e-mail de agradecimento que recebo.

Sei que também cometo erros. Peço desculpas e garanto que leio todos os e-mails com sugestões e críticas também. Às vezes me irrito com palavreados mais rudes, mas garanto que críticas são igualmente bem-vindas.

Só queria deixar aqui a mensagem de que, entre erros e acertos, meu objetivo é repassar todo o conhecimento que acumulei para que você possa ser o melhor investidor de renda fixa possível.

Espero ter lhe ajudado de alguma forma em 2017. E no ano que se avizinha certamente seguirei à procura da melhor forma possível de transmitir meu conhecimento, bem como ampliá-lo anda mais.

Desejo que em 2018 alguém traga para você a mesma sensação de inspiração e propósito que você, leitor, traz para mim.

Obrigada por fazer parte deste projeto e por encher o meu coração de propósito.

Um feliz Ano-Novo!

Conteúdo recomendado