Multimercados cuspidos e escarrados

Compartilhe:
Enviar link para o meu e-mail
Multimercados cuspidos e escarrados

“Você é sua mãe cuspida e escarrada” – cresci ouvindo. Meu professor de português sofisticou a brincadeira. Disse que na verdade eu era “minha mãe esculpida em Carrara”, ou seja, moldada em mármore italiano.

Durou anos minha alegria. Recentemente, descobri, entretanto, que estudiosos brasileiros contestam a versão metida da expressão. Segundo eles, sou cuspida mesmo, ou totalmente cuspida, do francês tout craché, em uma associação do cuspe com o fluido que gera o novo ser. Em terras portuguesas, a expressão foi reforçada com o escarro (de gosto duvidoso).

Sendo assim, estou livre para dizer que a maior parte dos fundos multimercados brasileiros, hoje, são versões cuspidas e escarradas de seus pares.

Levantei no Quantum Axis nossos 25 principais multimercados – nos últimos 12 meses, a correlação entre eles ultrapassa com frequência 70%. Posso apostar que, entre mim e minha mãe, esse valor não ultrapassaria 50%.

A origem da semelhança fica muito clara quando traçamos a correlação desses fundos com o IRF-M, índice da Anbima que reflete a oscilação de uma cesta de títulos prefixados.

Para 20 desses 25 fundos, a correlação com o IRF-M é maior do que 70%. Para 8, maior ou igual a 90%. Ou seja, os ganhos excepcionais desses fundos de um ano para cá estão muito ligados aos cortes na meta para a Selic.

Quais são as implicações disso para o meu portfólio, Luciana? Pelo menos três:

1 – TER VÁRIOS MULTIMERCADOS NÃO EQUIVALE A DIVERSIFICAR

Não acredite que, por ter cinco multimercados no portfólio, você está correndo necessariamente riscos diferentes. É importante conhecer o perfil de cada gestor para mesclar estratégias de curto e de longo prazo, habilidades em diferentes mercados, tendências otimistas e pessimistas.

Do contrário, você vai descobrir que diversificou de “mentirinha” quando houver um choque e todos os seus fundos caírem juntos.

2 – ESCOLHER UM MULTIMERCADO HOJE É MUITO MAIS DIFÍCIL

Historicamente, os gestores de multimercados brasileiros ganham mais em períodos de cortes de juros. Isso não significa que eles simplesmente compram títulos prefixados e sentam em cima. Alguns fazem isso, fato, mas outros aproveitam bem as arbitragens entre diferentes vencimentos, usam a alavancagem onde têm mais convicção, aumentam e reduzem posições para se aproveitar dos movimentos de curto prazo.

É claro que depois de um corte de 6 pontos percentuais na meta para a Selic – de 14,25% para 8,25% – essa gordura está muito mais restrita.

E agora, José? Daqui para frente, outras habilidades vão pesar mais, como a capacidade de investir em Bolsa ou de alocar uma parte dos recursos no exterior – um fundo oferecido no varejo pode alocar até 20% fora do país. Avalie se o seu gestor está preparado para os novos tempos. Os últimos 12 meses não são um bom parâmetro.

3 – É HORA DE OLHAR PARA OUTRAS CATEGORIAS

Ter uma boa equipe de ações não foi prioridade dos gestores de multimercados nos últimos anos. Os mercados de juros e câmbio davam alegrias suficientes. Acreditamos que essa distorção será corrigida, mas, por enquanto, por que não acrescentar à coleção de fundos multimercados e de renda fixa um bom fundo de ações?

Está gostando desse artigo?Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos

Eu sei bem que você não está fazendo isso hoje. Vejo aqui que 48% do valor investido em fundos está na renda fixa. Outros 20% estão em multimercados, que, por sua vez, estão em grande parte alocados em renda fixa. Temos ainda 17% em previdência, mais de 90% deles em… renda fixa!

Acho que passou da hora de aumentar a parcela dos fundos de ações para mais de 4,5%, não?

Como você sabe, é preciso assinar o relatório para ter acesso às nossas recomendações de fundos e ao acompanhamento das carteiras. Não recebo rebates de gestores nem distribuidores, somente você paga pelo meu trabalho.

Hoje, entretanto, serei generosa com você que está à procura de um bom fundo de ações, porque realmente não me conformo com uma participação tão pequena desse tipo de produto no seu portfólio.

O fato é que, quando entrei na Empiricus, um gestor de Bolsa revelou-se a principal concordância entre mim e o Felipe. O nome dele é André Ribeiro, sócio-fundador da Brasil Capital. Está aí um bom braço para você se apoiar em sua estreia na Bolsa.

O trabalho do André e de sua equipe é selecionar cerca de 15 ações que vão compor o fundo. Nessa escolha, setores em que o Brasil ainda está bastante defasado em relação a outros países têm vantagem. Foi com essa mentalidade, por exemplo, que André investiu em Kroton muito antes da onda de consolidação (e alta) das companhias do segmento de educação.

Quando comecei a conversar com o André, Rodrigo Galindo era para mim um ilustre desconhecido. O gestor via algo que eu ainda não enxergava. No fundo de ações da Brasil Capital, Kroton morou por cinco anos, ao longo dos quais o valor da ação multiplicou-se por sete.

A equipe da Brasil Capital busca empresas que são líderes em mercados concentrados, com poder de repassar preço. Ou seja, tudo que você não deve querer como consumidor é o que o André busca como investidor.

O gestor da Brasil Capital acredita piamente no poder da equipe, tanto para construir quanto para destruir valor nas empresas. Gente boa faz toda a diferença; gente ruim, também, repete. A fórmula tem dado certo. Nos últimos cinco anos, o fundo rendeu 85,8%, contra 27,49% do Ibovespa.

O fundo nasceu com aplicação mínima de 100 mil reais, mas recentemente a gestora reduziu o tíquete para 15 mil reais, escancarando as portas para o varejo.

O mais legal é que há seis meses, se você quisesse investir no fundo da Brasil Capital, precisava obedecer à aplicação mínima de 100 mil reais. Recentemente, porém, a gestora cedeu aos encantos do varejo e reduziu esse valor para 15 mil reais.

Ainda assim não cabe no seu bolso? Temos opções de fundos de ações com aplicação mínima a partir de 1 mil reais no relatório Os Melhores Fundos de Investimento. Espero você lá!

 

RECADO IMPORTANTE

O Rodolfo é uma das pessoas mais focadas que eu conheço, além de ter uma didática impressionante. Ele é o motorista perfeito a quem você deve confiar seu caminho para a independência financeira.

Um abraço,

Conteúdo recomendado