Não, não gosto de fundo de inflação!

O gerente vai te oferecer esse produto, porque ganha mais com ele, mas vemos duas alternativas melhores

Compartilhe:
Enviar link para o meu e-mail
Não, não gosto de fundo de inflação!

A experiência mais absurda de compra que já tive foi na Turquia. Tudo o que eu queria era um passeio guiado pela Mesquita Azul, mas o guia me convenceu que valia passar rapidamente por uma oficina de tapetes.

Tudo bem, à oficina! Eu queria ver os tapetes, mas o guia me persuadiu a ouvir uma longa aula sobre como aqueles tapetes eram finamente produzidos, enquanto bebia raki, um licor com enjoativo sabor de anis.

Àquela altura, eu já achava que minha casa merecia um tapete bem grande na sala, mesmo que isso custasse minha reserva de emergência. Resolvi manifestar essa ideia em voz alta e os olhos do guia brilharam.

Ele me levou ao fundo da loja e mostrou um tapete do tamanho de uma folha de papel, o mais valioso (só faltou dizer que foi encontrado na caverna de Ali Babá e os quarenta ladrões), ao módico custo de 3 mil dólares. Será que meu inglês estava tão enferrujado que eu disse pequeno quando queria ter dito grande?

De repente, materializou-se um vendedor que falava português, dizendo que mandaria entregar o tapete em minha casa no Brasil e, ainda, teceu comentários sobre Ronaldinho e o então sucesso na época, a novela Avenida Brasil. Olhei para o tapete e bateu um segundo de lucidez: eu só queria ver a Mesquita Azul.

O tapete era feio, caro e não combinava em nada com a minha casa. Dei uma de louca. Saí correndo para a porta, repetindo sem parar “não, obrigada!”.

Imagino que você já tenha passado por algo semelhante em seu banco ou mesmo na sua corretora algumas vezes. E, pelos e-mails que recebo, os fundos de inflação têm sido os tapetes.

Por que não uma NTN-B? 

O que fazem os fundos de inflação, também chamados de IMA-B ou juro real? Compram NTN-Bs, títulos que pagam uma taxa prefixada mais a variação da inflação.

O gerente quer que você compre NTN-B agora? Faz sentido. Também vemos no cenário um longo ciclo de corte nos juros, para níveis menores até do que os esperados pela média do mercado.

Mas, então, por que o gerente oferece tapetes, digo, fundos de inflação, e não NTN-Bs? Eu sei: porque o banco ganha mais com a taxa de administração do fundo do que com a custódia do título.

A taxa do fundo chega a 1,5 por cento ao ano nos bancos. Se comprar o título por uma corretora que não cobra taxa de administração, você vai pagar somente 0,3 por cento ao ano de taxa de custódia da BM&FBovespa. E, no fundo, ainda tem a cobrança do come-cotas, aquele imposto semestral, que não incide sobre a NTN-B.

Fundos de inflação estão com retorno bom no ano? Sim, por isso o gerente só mostra esses; mas rendeu bem não por causa do gestor, e, sim, pelas NTN-Bs que estão lá dentro.

A Estratégia Secreta 6404-D

Você deseja multiplicar seu dinheiro em qualquer cenário?

Descobrimos a estratégia secreta dos bilionários para lucrar — baseada em uma classe de ativos chamada de 6404-D.

Este método já superou em mais de 13 vezes o CDI em 2016.

Tenha lucros extraordinários com a Estratégia 6404-D.

QUERO LUCRAR COM A ESTRATÉGIA SECRETA 6404-D

Por que não um multimercado?

Pode ser que o gerente defenda que, no fundo de inflação, há uma gestão ativa. Verdade. Em alguns deles, o gestor escolhe para você o melhor vencimento de título a comprar ou vender. Mamata, né?

O problema é que há algo que o gestor do fundo de inflação nunca vai poder escolher, ou fugiria ao mandato: não ter como principal ativo a NTN-B. Você trancou o seu gestor em uma sala que só tem chocolates – ao leite, amargo, branco – e disse: escolhe para mim o melhor para a minha alimentação?

Se você quer delegar a sua alimentação, a escolha do melhor vencimento do título ou a decisão de ter mais ou menos NTN-B ao gestor, justo. Mas, nesse caso, o que você quer não é um fundo de inflação. O que você quer é um bom multimercado.

NO FUNDO, NO FUNDO

Adam debutante 

O Adam Macro, fundo gerido por Márcio Appel distribuído nas prateleiras de varejo, completou seis meses nesta semana. Isso significa que foi liberado pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários) para divulgar rentabilidade. E quanto rendeu? 10,5 por cento contra 6,9 por cento do CDI, o referencial para aplicações conservadoras. É pouco tempo para fazer qualquer especulação, mas o egresso do Galileo, reconhecido fundo do Safra, estreou bem em carreira solo. E tem atraído dinheiro. Já são 5,4 bilhões de reais sob gestão.

Estou escrevendo esta mensagem somente para conhecimento de vocês sobre as dificuldades criadas pelos bancões para não fazermos a portabilidade.” Rogério T.

Hoje nosso demérito vai para a gerente do Rogério no Bradesco. Ele só queria um multimercado recomendado por nós para a previdência. A seguradora do banco tem o fundo, mas ganha pouco sobre ele, porque quem faz a seleção dos ativos é um excelente gestor independente.

O que a gerente do Bradesco ofereceu para o Rogério? Tapetes? “Uma comparação com outros fundos do Bradesco, inclusive um tal de IMA B, que ela disse que a composição é a mesma”, conta nosso assinante.

Preciso dizer novamente que um fundo de IMA-B é infinitamente mais limitado do que multimercado? Só tem NTN-B lá dentro! Cara gerente, você prefere ser trancada em uma sala que só tem arroz ou em uma que tem arroz, feijão, carne, salada e que, se você quiser, pode até pedir um risoto de funghi?

Desculpem-me: gerente que tenta enganar cliente para ganhar dinheiro me tira do sério!

“Esses bancos… não mudam mesmo”. É, não mudam, Rogério. Melhor mudarmos nós.

 

FUJA PARA UMA APLICAÇÃO MELHOR E SALVE SEU DINHEIRO

A poupança de hoje é seu DI amanhã: o pior investimento que você pode fazer.

Isso porque o CDI anda lado a lado com a Selic, a taxa de juros da economia, que acaba de cair pela primeira vez em 4 anos.

Será um movimento de quedas sucessivas.

Você precisa de uma saída rentável e igualmente segura para seu patrimônio.

SAIBA MAIS

 

Você compraria amaciante diluído ou concentrado se os dois custassem o mesmo valor? Amaciante concentrado rende mais, disso você já sabe.

Não fuja, não é uma aula de economia doméstica. O nosso reconhecimento hoje vai para a gestora Kapitalo, que vai concentrar o diluído Kappa. Mais risco, mais potencial de retorno e exatamente a mesma taxa de administração.

Assim, o Kappa vai ficar mais parecido com o Zeta, outro fundo da gestora, fechado para novos aportes. Quer saber mais do Kappa? Junte-se a nós no relatório Os Melhores Fundos de Investimento aqui.

Multimercados em geral cobram taxa de administração de 2 por cento ao ano mais performance de 20 por cento sobre o CDI. Tem de correr risco, sim. Senão, melhor mesmo investir em CDB, LCI, LCA…

A iniciativa da Kapitalo é louvável porque beneficia o investidor. Quem não quer mais risco investe menos dinheiro. Do amaciante concentrado você também usa menos, não?

 

Corra para a porta 

Então, já sabe: não vá atrás de Mesquita Azul e saia com um tapete. Diga “não, obrigada!” e procure rapidamente a saída.

Suas histórias são valiosas para fazermos uma indústria de fundos melhor. Está com dúvida? Foi maltratado? Escreva para fundos@empiricus.com.br.

E, só para fechar, todos os dias recebo e-mails de pessoas que querem uma ajuda para avaliar o patrimônio como um todo. Você sabia que temos um serviço assim? Veja aqui.

Links Recomendados

:. V de Vingança

:. Como quebrar as correntes da indústria financeira

:. M5M_Bolsa não é cassino

 

Um abraço,
Luciana Seabra

 

Analistas responsáveis: Felipe Miranda, CNPI, e Walter Poladian, CFP®.

Conteúdo recomendado