Raiz ou Nutella nas finanças?

Vote na melhor opção para descrever como você organiza (ou não) seu dinheiro no dia a dia

Compartilhe:
Raiz ou Nutella nas finanças?

Nos últimos anos, a consultora japonesa Marie Kondo consagrou-se como um fenômeno mundial por apresentar uma abordagem tida como inovadora para ajudar as pessoas a acabarem de vez com a bagunça.

Criadora de um método intitulado KonMari (apelido da autora), seu livro “A Mágica da Arrumação – A arte japonesa de colocar ordem na sua casa e na sua vida” virou sucesso de público e figurou entre os mais vendidos do Brasil em 2016.

Incluída na lista das 100 pessoas mais influentes da revista “Time” em 2015, Marie fez de um assunto aparentemente trivial uma verdadeira obsessão, de forma a criar um guia com um passo a passo para ensinar as pessoas a se tornarem organizadas.

De maneira resumida, seu método consiste em cortar o mal pela raiz de uma só vez.

“Comece descartando coisas. Em seguida, organize o ambiente inteiro, completamente, de uma só vez. Se você adotar essa estratégia, a desordem nunca mais voltará a se instalar”, prega a autora.

Marie sugere que as pessoas façam da arrumação um acontecimento especial, que parem de tratar da organização aos poucos e aprendam a se livrar de coisas que não fazem mais sentido em suas vidas.

Mas como?, pergunta você.

“Concluí que a melhor maneira de fazer a triagem do que fica e do que sai é segurar cada item e indagar: ‘Isso me traz alegria?’. Se a resposta for afirmativa, guarde-o. Caso contrário, jogue-o fora. Este não só é o critério mais simples, como também o mais preciso.”

Embora seja curioso que uma mulher de 30 e poucos anos tenha se tornado uma “guru” da organização pessoal, estimulando a descoberta (ou não) de uma relação afetiva com objetos materiais, o fato é que estamos sempre em busca de um método ideal para tudo na vida. Até mesmo — e, em muitos casos, principalmente — para gerir nosso dinheiro.

E é por isso que hoje peço sua ajuda para podermos tratar, na próxima semana, de conhecidos métodos para organizar as finanças:

O que você faz para controlar despesas e gastos?

Gostando ou não do método KonMari, há de se concordar com a autora que defende que, quando você põe a casa em ordem, também organiza suas questões e seu passado.

E ouso ir além: quando o assunto é o seu dinheiro, encarar a penosa tarefa de analisar suas finanças hoje pode ser determinante para cravar um futuro confortável, que dê vazão aos seus planos.

Mas falaremos mais sobre isso na próxima semana. Conto com sua participação!

PS: A declaração do Imposto de Renda já está chegando e eu quero saber qual é a sua dúvida. Mande-a para o e-mail duvidasIR@empiricus.com.br

E você já tomou alguma providência sobre seus investimentos passadas duas semanas de 2018? Já falei sobre isso, mas não custa repetir…