A corrida pelo dinheiro

Veja os pontos que comprovam a reconstrução em curso no Brasil e que podem representar uma grande oportunidade de multiplicar seu patrimônio.

Compartilhe:
Enviar link para o meu e-mail
A corrida pelo dinheiro

A corrida dos investidores já começou por aqui. Mas fique tranquilo, porque ainda dá tempo de você conquistar um ótimo resultado para o seu patrimônio.

Por ser leitor da Empiricus, tenho certeza de que você está na frente da maioria dos brasileiros (e dos gringos também!).

O Brasil está vivendo um processo de grande mudança (positiva) em sua economia e você deve se posicionar já para se beneficiar desse movimento. É comum o mercado financeiro antecipar a real melhora nos fundamentos.

Está gostando desse artigo?Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos

Por isso, desde março deste ano, quando começou a queda do antigo governo, com a condução coercitiva de João Santana, vimos grande valorização no preços das ações e fundos imobiliários, queda do dólar e redução nas taxas de juros de longo prazo (em títulos prefixados e indexados à inflação).

Mas não pense que esse movimento de alta já passou, pois ele está apenas começando.

Quando nossa equipe indicou compra de ações a um cliente da Consultoria Personalizada Empiricus, há dois meses, o Ibovespa estava perto de 50 mil pontos.Ele disse que iria esperar uma queda da bolsa para entrar, pois achava que já havia ficado cara.

Hoje a bolsa está perto dos 60 mil pontos e ainda vemos ótimas empresas sendo negociadas a preços atrativos. E títulos de renda fixa prefixados e indexados à inflação com excelentes taxas de retorno.

Se você ainda não comprou ativos de risco, não se arrependa e pense para daqui em diante.

O Usain Bolt costuma largar atrás de seus oponentes, porém, sempre chega na frente.

A Maior Oportunidade desde 1994

Em menos de uma semana desde sua publicação, O Contragolpe já vem mudando a vida das pessoas.

Felipe, a primeira operação já me rendeu uma pequena fortuna! Não imaginava que o retorno seria tão rápido. Obrigado. – Junior C.

Para se ter ideia, algumas das primeiras oportunidades apresentadas já acumulam lucros superiores a +33 por cento em poucos dias. E isso é só o começo.

Estamos diante de algo realmente grande, capaz de mudar o seu padrão de vida para sempre.

Mas, para tanto, você precisa agir agora.

VEJA AQUI O DOCUMENTO ORIGINAL

 

A crise política e econômica que atingiu o Brasil foi prevista pelo estrategista-chefe da Empiricus, Felipe Miranda, em 2014, quando tudo parecia estar bem.

A crise que levava ao Fim do Brasil está sendo interrompida com a troca de governo e gera grandes oportunidades que fizeram o Felipe virar a mão em relação ao mercado brasileiro.

A nova equipe econômica do governo trouxe confiança a parte de investidores que voltaram a aplicar seu dinheiro por aqui. Mas a maioria só está aguardando a confirmação do impeachment.

É importante, portanto, antecipar-se ao enorme fluxo de recursos que está por vir.

A seguir, explico alguns dos pontos apontados pelo Felipe – autor de “O Contragolpe” – que comprovam a reconstrução em curso no Brasil. Sei que é difícil competir com os Jogos Olímpicos, mas é importante dedicar alguns minutos para saber um pouco mais do atual momento econômico brasileiro:

1) Melhora nas expectativas para a inflação

A inflação, que corrói seu poder de compra, chegou a ficar em mais de 10,5% ao ano no final do ano passado.

O IPCA está em tendência de queda (8,7% nos últimos 12 meses), com perspectiva de chegar perto da meta do Banco Central (4,5%) no final de 2017.

2) Virada na indústria

O Índice de Confiança da Indústria, da Fundação Getulio Vargas, registrou em junho deste ano a sua quarta alta mensal consecutiva.

A retomada da confiança dos empresários é um passo precedente indispensável para, num segundo momento, a retomada dos investimentos pelo setor.

3) Confiança do consumidor

O padrão de consumo do brasileiro foi severamente impactado nos últimos anos. Com o aumento do desemprego, descalabro da inflação e a queda do nível de renda das famílias, mais da metade dos brasileiros precisou mudar os seus hábitos nos últimos dois anos.

Após uma longa trajetória de deterioração, o indicador que mede o grau de otimismo do consumidor acumulou em julho a sua terceira alta seguida, atingindo o maior índice desde fevereiro do ano passado.

Pela primeira vez nos últimos cinco anos encontramos um ponto de inflexão, um sinal de inversão de tendência.

4) Recuperação do PIB

O País sofreu uma grande recessão em 2015; o Produto Interno Bruto (PIB) teve queda de 3,8%.

Mas, em processo de gradativa melhora, as projeções para a economia brasileira indicam 2017 como o ano da recuperação: o consenso de mercado, representado pelo relatório Focus, atualmente indica crescimento de 1,1% para a economia brasileira no ano que vem.

Nós da Empiricus acreditamos em um crescimento ainda maior.

5) Priorizar o que realmente interessa: investimento

Pela primeira vez em mais de uma década a política de governo deixa de focar no lado da demanda, com a concessão de estímulos ao crédito e consumo para determinados setores da economia, para focar no real problema: ganhos de produtividade, estimulando o lado da oferta de bens e serviços.

6) Uma excelente equipe econômica

Henrique Meirelles, na Fazenda, Ilan Goldfajn, no Banco Central, e Mansueto Almeida, no Tesouro, soam como música aos ouvidos do mercado.

Nomes com ótimo background técnico e autonomia, que faltavam à equipe anterior.

7) O afastamento definitivo de Dilma

O mercado atribui ainda algum fator de risco à possibilidade de não concretização do impeachment, que poderia trazer de volta a antiga política econômica que afundou os fundamentos econômicos do país.

Com a saída definitiva da presidente afastada, poderemos ter uma segunda onda de valorização expressiva dos ativos brasileiros.

8) Real: a moeda que mais valorizou em 2016

Excesso de liquidez internacional, com juros zerados (ou até mesmo negativos) nas principais economias, falta de rentabilidade das aplicações no restante do mundo, ativos brasileiros extremamente depreciados e economia brasileira melhorando os seus fundamentos após anos seguidos de recessão.

O mundo começa a olhar o Brasil de maneira diferente. Um grande fluxo de capitais em direção ao País está em curso justamente agora, com reflexos inevitáveis sobre a taxa de câmbio.

Como agir diante desse cenário?

Se você acompanha nossos e-mails e relatórios, certamente está bem posicionado para aproveitar o atual momento do mercado. Se está atrasado nas leituras, sugiro conhecer logo a série Palavra do Estrategista. Neste momento, a série traz:

  1. A ESTRATÉGIA QUE VOCÊ PRECISA SEGUIR NESTE MOMENTO
  2. A OPORTUNIDADE PARA GANHAR 400%
  3. O INVESTIMENTO QUE O BANCO NÃO QUER QUE VOCÊ TENHA
  4. O KIT COMPLETO PARA VOCÊ SURFAR A RECONSTRUÇÃO DO BRASIL

 

Nossos leitores pediram e nós atendemos: na edição de agosto do relatório Você Investidor, apresentamos uma planilha simples de investimentos para você começar a acompanhar o rendimento das suas aplicações e a distribuição do seu patrimônio em diferentes classes de ativos. Assine, e tenha acesso também a todas as aulas do curso Investimentos para Leigos e monitorias para esclarecer suas dúvidas.

ACESSE AQUI PARA ASSINAR

A newsletter Finanças Pessoais, com a Beatriz Cutait, estará de volta na semana que vem! A Bia não escreveu hoje, pois está focada no próximo relatório mensal Você Investidor, que virá com uma dose dobrada de investimentos!

Ficou com dúvidas sobre o assunto de hoje? Envie-as para walter.poladian@empiricus.com.br, porque irei selecionar algumas para responder em textos futuros.

Um abraço, e bons investimentos!

Walter

 

Links Recomendados

:. Direto de Lisboa, entusiasmo em descobrir opções lucrativas

:. Esta fórmula vai mais que dobrar seu dinheiro na Bolsa.

Conteúdo recomendado