Como ganhar com a volatilidade da Bolsa?

Aprenda a investir em opções

Como ganhar com a volatilidade da Bolsa?

Notícia do dia: Planalto anuncia Lula como novo ministro da Casa Civil.

Se, por um lado, cresce a expectativa pelo impeachment a partir dos protestos numerosos e da expectativa de novas delações premiadas, por outro, teme-se uma caminhada dura até a eventual troca de governo.

A leitura do mercado é a de que a ida do ex-presidente Lula para o Planalto pode fortalecer a articulação política do governo Dilma, reduzindo as chances de impeachment, Além disso, o mercado vê o aumento da probabilidade de uma guinada à esquerda na política econômica. Mais volatilidade no processo.

Portanto, explicarei como investidores podem ganhar muito dinheiro em momentos como esse, de grande volatilidade, utilizando estratégias com opções.

Antes de continuar, alerto que opções são ativos de renda variável e bastante voláteis. Suas cotações oscilam em proporções bem maiores do que à flutuação nos preços das ações. Portanto recomendo conhecer o funcionamento do mercado antes de realizar qualquer operação.

É importante também verificar se este tipo de investimento é adequado ao seu perfil de investidor, se você tem capacidade e apetite para tomar riscos, tempo para acompanhar o mercado e utilizar uma pequena parcela do seu patrimônio (menos que 5% da carteira).

Está gostando desse artigo?Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos

O que são opções?

A opção é classificada como um derivativo, por ser um instrumento financeiro cujo preço deriva de um outro ativo (ações, neste caso). Ou seja, as opções são precificadas utilizando como uma de suas variáveis o preços das ações.

O preço das opções variam com as probabilidades de exercício. Suas variações de preço são muito maiores que das ações subjacentes.

Comprador: paga um valor (prêmio da opção) ao vendedor (lançador) e tem o o direito de negociar (comprar ou vender) uma determinada quantidade de ações por um preço pré-estabelecido (preço de exercício ou strike) em uma data futura (vencimento).

Vendedor: recebe o prêmio pela venda das opções e tem a obrigação de comprar ou vender as ações, caso o comprador tenha interesse em exercer seu direito.

Opções são como seguros. O comprador paga um prêmio para ter o direito enquanto o vendedor vende um direito por um prêmio.

Tipos de Opções

Opção de compra: chamada de Call. Oferece ao seu comprador o direito de comprar uma ação por um determinado preço até o vencimento. E ao vendedor, a obrigação de vender a ação subjacente na data do vencimento.

Opção de venda: chamada de Put. Oferece ao seu comprador o direito de vender uma ação por um determinado preço no vencimento. E ao vendedor, a obrigação de comprar.

Exemplificando

Compra de uma call: o investidor paga R$ 0,30 por uma opção de compra de uma ação, com preço de exercício de R$ 31,00. Hoje o valor atual da ação é de R$ 30,00. Este investidor espera que o preço desta ação se valorize e seja maior que R$ 31,20 (preço de exercício + prêmio pago pela opção) no vencimento.

Conforme o valor da ação vai se aproximando do preço de exercício, o valor da opção tende a se valorizar também. Veja que um movimento de R$ 0,30 no preço desta ação equivaleria a 1% e uma oscilação de R$ 0,03 no preço da opção equivaleria a 10%.

Portanto, com as opções podemos lucrar (ou perder) múltiplos dos movimentos de ações específicas.

O titular (comprador) da opção pode vender ou até exercer a opção antes do vencimento, caso tenha interesse, ganhando assim, a diferença entre o preço de compra e o de venda.

Horário de negociação das opções

Horário do pregão normal da BM&FBovespa, o mesmo das ações (atualmente das 10hs às 18hs). Não são negociadas no after-market.

Tipos de exercício

Opções americanas: exercício permitido da data da compra até seu vencimento. No mercado brasileiro, Calls são usualmente americanas.

Opções européias: exercício permitido somente no vencimento. No mercado brasileiro, Puts são usualmente européias.

Entendendo os tickers (códigos na bolsa) das opções

Exemplo: VALED10

As 4 primeiras letras (VALE) correspondem ao nome da empresa e são as mesmas do ticker das ações (VALE5 no caso).

A quinta letra (D) se refere ao vencimento da opção. E a letra “D” representa o vencimento de Calls com exercício no mês de abril.

E os vencimentos ocorrem na terceira segunda-feira do mês. Portanto, a opção utilizada no exemplo (VALED10), vencerá no dia 18/04/2016.

Agora vamos ao número que aparece no final do ticker (10). Ele usualmente se refere ao preço de exercício (strike) da opção. No caso da VALED10, o preço de exercício hoje é de R$ 10,12 (por ação).

Como vocês podem perceber, o número pode não ser exatamente igual ao do preço de exercício. O primeiro lançador da opção que define antes da venda.

E o preço de exercício das opções são ajustados de acordo com pagamento de proventos (dividendos, juros sobre capital próprio…) das ações que estão atreladas.

É extremamente importante checar o preço de exercício antes de negociar uma opção. Algumas vezes o número é completamente diferente do preço de exercício.

Como utilizar as opções para ganhar dinheiro com a volatilidade do mercado?

Quando temos uma situação complicada e não queremos colocar em risco parcela relevante de nosso patrimônio, pode-se negociar opções.

Comprando opções você tem prejuízo limitado (100% do dinheiro que utilizou na compra) e lucro ilimitado (ganhos podem ser maiores que 100%).

Para isso, pagamos o prêmio e esperamos que o mercado se mova na direção que desejamos. Que pode ser para cima ou para baixo.

Mas cuidado. As opções estão caras com a alta volatilidade do mercado.

E não recomendo vender calls à descoberto (sem ter a ação subjacente), pois neste tipo de operação há risco de perder mais do que 100% do valor negociado.

Liquidez

A liquidez no mercado de opções brasileiro ainda é baixa. São poucos papéis da Bolsa que os investidores conseguem encontrar um grande número de compradores e vendedores.

Entre as ações que possuem um maior número de negócios em suas opções estão: Vale (VALE5), Petrobras (PETR4), BM&FBovespa (BVMF3), Itaú (ITUB4), Banco do Brasil (BBAS3), Bradesco (BBDC4), Ambev (ABEV3) e Cielo (CIEL3).

Siga quem entende do assunto

Conforme mencionei no começo da newsletter, o mercado de opções tem altos riscos e não é fácil achar opções que tenham liquidez e que não estejam (muito) caras no mercado brasileiro.

Bruce Barbosa, analista da Empiricus e especialista em Estratégias com Opções, está atento as oportunidades que estão surgindo neste momento de stress no mercado e tem ajudado seus leitores a ganhar muito dinheiro.

Com cabeça fundamentalista e agilidade de ginasta olímpica, conseguiram surfar o rally do impeachment com maestria. Compraram calls de BBAS3 antes do movimento e em uma operação colecionaram ganhos de +484% em 4 dias.

Na parte exclusiva para assinantes Você Investidor, localizada ao fim desta newsletter, o Bruce explicará mais duas estratégias que podem ser utilizadas com opções, Venda Coberta de Calls e Venda Coberta de Puts, que envolvem riscos diferentes das compras “a seco”. Estruturas utilizadas por investidores de ações que visam o longo prazo (buy & hold).

 

CLIQUE PARA SABER MAIS

 

Exclusivo Assinantes PRO


1 –
Venda Coberta de Calls

 

Últimas vagas

Nas próximas horas fecharemos o acesso à oportunidade de multiplicação de valor:
Como transformar R$ 500 em R$ 40 mil em dois meses (exemplo prático)

CONHEÇA A ESTRATÉGIA AQUI

 

Convido você a se cadastrar na lista preferencial para que seja informado em primeira mão sobre o novo projeto imobiliário da Empiricus.

 

Ficou com dúvidas sobre o assunto de hoje? Envie para walter.poladian@criandoriqueza.com.br que irei selecionar algumas para responder em futuras newsletters.

Um abraço e bons investimentos!

Walter

Conteúdo relacionado