Compro Tesouro IPCA+ se a inflação vai cair?

Por que os títulos indexados à inflação (NTNBs) são os ativos mais recomendados no momento?

Compro Tesouro IPCA+ se a inflação vai cair?

A grande queda

Enfim, começou!

O grande ciclo de queda dos juros no Brasil teve início na última quarta-feira.

O Banco Central reduziu a taxa Selic de 14,25 por cento para 14 por cento ao ano.

Sim, uma redução de apenas 0,25 por cento parece pouco, mas, na verdade, abre espaço para quedas ainda maiores mais para a frente.

Analistas da Empiricus acreditam que os juros podem estar abaixo de 10 por cento ao ano já no final do ano que vem.

Está acabando a mamata do dinheiro fácil, portanto, advindo de aplicações conservadoras atreladas à Selic, como CDBs, Fundos DI, LCA e LCIs.

Esqueça o rendimento de 1 por cento ao mês sem correr riscos.

Agora é a hora de você aprender a tomar riscos controlados para rentabilizar seu patrimônio.

Juros mais baixos ajudam no crescimento da economia. E seu patrimônio poderá crescer junto se você estiver preparado.

Antes de falar sobre os títulos indexados à inflação, quero fazer uma pausa e convidá-lo a conhecer um projeto especial que estamos lançando agora aqui na Empiricus. É um modelo estruturado pelo multimilionário Mark Ford, que é sócio da Agora Inc., nosso parceiro americano.

O projeto

O nomes desse projeto é Wealth Builders Club (WBC). Mark foi criador desse clube que tem como objetivo a construção de um patrimônio sólido, de forma consistente, por meio de três frentes: o aumento das fontes de renda, o controle das despesas e o aumento da rentabilidade dos investimentos.

Mark é um especialista em empreendedorismo, construção de patrimônio e finanças pessoais. Todo o programa foi baseado em sua experiência de mais de 30 anos ajudando pessoas comuns a enriquecerem. E é um sucesso em vários países e estamos abrindo algumas vagas no Brasil.

Por que eu gosto tanto deste projeto?

Porque Mark foi o principal responsável pela reestruturação do modelo de negócios da Empiricus, em 2013. A estratégia dele transformou a então pequena empresa em um incrível case de sucesso, com mais de dois milhões de leitores e mais de 130 mil assinantes. Números inimagináveis aos fundadores Caio, Felipe e Rodolfo, três anos atrás.

Qual seria o segredo para conquistar riqueza?

É uma técnica simples, que pode ser colocada em prática por mim ou por você.

Uma técnica que, ironicamente, a maioria das pessoas evita.

Isso muda hoje. O WBC Brasil está aberto novamente.

SAIBA MAIS

Com a renda extra e o patrimônio que você conseguirá construir seguindo os passos do Mark, terá mais dinheiro para investir, por exemplo, no ativo que recomendarei mais abaixo.

-Inflação +NTNB

Com juros ainda altos, prováveis ajustes fiscais, queda no preço da gasolina, queda no preço do dólar (3,13 reais – já até dá para começar a pensar em férias na Disney), entre outros fatores… as expectativas para a inflação continuam em queda livre.

Mediana das projeções do mercado, divulgada pelo relatório Focus, mostra um IPCA de 5 por cento em 2017.

Mas nós estamos ainda mais otimistas e entendemos que o IPCA deverá convergir ainda mais próximo da meta estabelecida pelo Banco Central, de 4,5 por cento.

Se a inflação, que variou 8,5 por cento nos últimos 12 meses, deve cair tanto, muitos leitores nos perguntam “por que raios os analistas da Empiricus e os melhores gestores de fundos multimercados gostam tanto dos títulos com rentabilidade atrelada a esse índice?”.

A resposta

Vou responder de forma didática e simples, pois imagino que você não deseja uma aula matemática da precificação do título (a fórmula não é nada bonita).

A famosa NTNB, ou Tesouro IPCA+ (no Tesouro Direto), possui rentabilidade pós-fixada vinculada à variação da inflação (IPCA), acrescida de juros prefixados definidos no momento da compra.

Ex.: o título Tesouro IPCA+ 2035 (NTNB Principal) hoje é negociado com taxa de retorno prefixada de 5,61 por cento ao ano + IPCA.

Essa taxa prefixada (5,61 por cento) é chamada de “juro real”, pois representa a rentabilidade da sua aplicação acima da variação da inflação.

E esse retorno real oferecido hoje pelo Tesouro Nacional é muito alto, um dos maiores do mundo. Nos países desenvolvidos é próximo de zero ou até negativo.

Como base de comparação, em janeiro de 2013, essa taxa estava em torno de 4 por cento ao ano, e a Selic estava em 7,25 por cento.

No fim do ano passado, ainda com o antigo governo e no auge de nossa crise econômica, a taxa prêmio do Tesouro IPCA+ 2035 era de 7,5 por cento.

De lá para cá, com a troca de governo, nova equipe econômica, redução do risco-Brasil e aumento da confiança dos investidores, vimos esse juro real cair para 5,61 por cento e, por consequência, o título se valorizar 55,81 por cento este ano.

O preço unitário (PU) do título que era de 688 reais, hoje vale 1.072 reais.

Veja que é possível ter retornos extraordinários em títulos de renda fixa!

Lembro que os títulos do Tesouro Direto podem ser vendidos diariamente, pois possuem garantia de recompra pelo Tesouro Nacional, com liquidez no dia útil seguinte.

Até o vencimento o preço dos prefixados e indexados à inflação oscilam conforme marcação a mercado, podendo ter ganhos maiores ou menores que a taxa contratada. Ou seja, há o risco de se ter prejuízo em uma venda antecipada.

Mantendo o título até o vencimento, você receberá exatamente a taxa de retorno contratada.

Abaixo, as taxas oferecidas hoje de manhã no Tesouro Direto.

Quanto mais longo for o vencimento, maior o risco (incertezas), mas também maior é o potencial de retorno, pois você está travando a taxa de juro real por um período maior.

Os títulos prefixados se beneficiam de um ciclo de queda de juros maior que o esperado (já precificado), pois oferecem uma taxa fixa, chamada de “juro nominal”, que não varia com a inflação.

Na área exclusiva para assinantes do Você Investidor, localizada no fim desta newsletter, discorro mais sobre os prefixados e recomendo os melhores títulos públicos e privados indexados à inflação.

É hora de aproveitar essa oportunidade que a crise gerou, antes que seja tarde demais!

Está por dentro das três ações recomendas pelo Felipe Miranda para os assinantes do Você Investidor? Quer saber qual é o potencial (e os riscos) do investimento-anjo? Quer ler nosso último relatório sobre o Tesouro Direto? E que tal ver suas dúvidas respondidas pela nossa equipe?

Esse conteúdo está saindo do forno e vai estar na próxima edição do relatório Você Investidor. Ainda não é assinante?

ACESSE AQUI PARA ASSINAR

Exclusivo Assinantes PRO

 

1 – Qual Tesouro IPCA+ (NTNB) comprar agora?

2 – Tesouro IPCA+ ou Prefixado?

3 – Ainda vale a pena ter Tesouro Selic?

 

Ficou com dúvidas sobre o assunto de hoje? Envie-as para walter.poladian@empiricus.com.br, porque irei selecionar algumas para responder em textos futuros.

Um abraço, e bons investimentos!

Walter

 

Links Recomendados

:. Investimento-anjo: o céu e o inferno do investidor

:. O investimento que você deve fazer HOJE para garantir o seu futuro e o das próximas gerações

Conteúdo relacionado