Definindo uma estratégia vencedora

O que é day trade e qual é a melhor estratégia para operar no mercado de ações?

Definindo uma estratégia vencedora

MMX Mineração e Metálicos S.A. (MMXM3). Foi com essa ação que fiz a minha primeira operação na bolsa de valores e, sinceramente, não lembro o motivo dessa escolha. Eu era simplesmente mais um investidor inexperiente que acreditava nos projetos do Eike Batista.

Entrei no site da minha corretora, acessei meu home broker e, logo na abertura do pregão, enviei uma ordem de compra para o ativo MMXM3, no valor total de 10 mil reais.

Última Chance de Aproveitar a Oportunidade da Década

Nesta quarta-feira o Copom anunciará sua decisão — um novo ciclo de baixa na taxa de juros está prestes a começar.

A queda de juros provocará a queda nas taxas dos títulos de Renda Fixa.

O preço de alguns subirá, antecipando o ganho de anos em poucos meses.

Você está diante da última chance para aproveitar a MAIOR OPORTUNIDADE DA DÉCADA EM RENDA FIXA.

QUERO APROVEITAR A OPORTUNIDADE DA DÉCADA

Exatos 40 minutos depois, a emissora de notícias financeiras Bloomberg informou uma possível oferta de compra na participação da MMX Mineração por um grande grupo chinês, o que foi interpretado pelo mercado como positivo para a empresa brasileira. Em poucos minutos o preço da ação disparou na Bolsa de Valores, atingindo uma alta de 22 por cento no dia.

Que sensação boa! Logo na primeira operação da minha vida estava ganhando 22 por cento no dia. No início, eu não sabia o que fazer, mas logo em seguida vendi as ações e embolsei 2,2 mil reais em uma manhã.

Sem perceber, fiz uma operação de day trade, compra e venda de determinado ativo, na mesma quantidade, no mesmo dia.

Eu me senti um gênio do mercado financeiro, e o Eike era meu ídolo.

Não demorou muito para eu perder todo o meu ganho e parte do patrimônio com uma tal de OGX Petróleo e Gás S.A. (OGXP3), tentando operar no curto prazo, e cair na real.

Nesse caso, a culpa não foi da empresa nem do Eike, pelo menos até aquele momento. O erro foi 100 por cento meu, pois eu não tinha uma estratégia bem definida, não conhecia detalhes da empresa e não tinha técnicas e habilidades suficientes para operar day trade, que exige disponibilidade de tempo, atenção e estudos.

As operações de day trade são muito utilizadas por investidores pessoa física que buscam ganhos rápidos em movimentos de curtíssimo prazo, como um dia, algumas horas ou minutos.

Algumas corretoras independentes (não vinculadas a bancos) oferecem uma série de produtos para seus clientes com esse perfil de investimento, como:

1) Boletas Day Trade: ferramentas específicas para comprar e vender ativos na Bolsa de Valores, utilizando limites de alavancagem e com funções mais avançadas, o que permite ao trader mais agilidade ao entrar e sair de uma operação no day trade.

Legal! Ferramentas mais avançadas melhoram as chances de sucesso numa operação. Mas antes de usá-la estude os tutoriais oferecidos pelas corretoras e entenda bem o seu funcionamento. Comece com ordens de valores baixos e saiba exatamente os horários específicos para uso e zeragem das posições abertas, principalmente quando usar limites de alavancagem.

2) Salas e fóruns de trades ao vivo: a análise gráfica somada a um bom analista pode ser muito importante para auxiliar a entender as direções do mercado e, PRINCIPALMENTE, gerenciar o risco das operações, sinalizando a hora de sair de uma posição (stop), o que minimiza os prejuízos.

Algumas corretoras dispõem de salas ao vivo e fóruns com analistas gráficos, indicando operações de compra e venda dos ativos negociados em bolsa, durante todo o pregão.

Mas tome cuidado: existem analistas bons, mas esse mercado virou uma espécie de blog em que ALGUNS analistas parecem mais “blogueiros”, e há uma disputa por seguidores para frequentar as suas respectivas salas de operações ao vivo.

O analista-“blogueiro” que tiver mais seguidores torna-se um guru do day trade . O mais assustador é que as grandes corretoras, líderes de mercado, disputam esse analista a preço de ouro, não pelo fato dele possuir verdadeiros conhecimentos técnicos, mais sim pelo fato dele possuir seguidores.

Analista gráfico (Guru) = blogueiro = seguidores = cliente = day trade = + alavancagem = +corretagem.

Infelizmente é assim que algumas corretoras olham e avaliam seus analistas! Portanto, cuidado ao frequentar salas abertas de operações ao vivo: pode haver um bom profissional do outro lado, porém, na maioria das vezes, não é esse o caso.

Aqui na Empiricus não somos defensores do day trade. Pelo contrário. A maioria dos nossos analistas trabalham com recomendações de prazos mais longos, embasadas por análise fundamentalista. Para quem realmente gosta de análise técnica, temos um relatório diário chamado de Trader PRO, sem conflitos de interesse.

3) Limite de alavancagem: permite aos clientes operar com recursos (limites) em torno de 25x patrimônio disponível na conta.

Na minha operação com MMXM3, supondo que eu tivesse naquela época um  limite de alavancagem de 100 mil reais (10 mil reais x 10 limite), eu teria ganhado 22 mil reais no dia com uma valorização de 22 por cento, e não apenas 2,2 mil reais.

Aí mora o perigo, pois o risco de o mercado ir em direção oposta existe, e os prejuízos são comuns para quem opera assim. Entenda melhor como funciona o limite de alavancagem na newsletter Alavancando a ganância“.  

4) Custos menores: se você pretende operar day trade, os custos geralmente são menores pelo home broker ou por plataformas.

As corretoras costumam cobrar uma corretagem fixa menor por ordem executada no day trade ou oferecem planos de corretagem em que o cliente paga por um pacote de ordens para uso em determinado período com custos reduzidos.

O que eu acho do day trade? Não condeno quem opera dessa forma, porém, para quem está começando, eu não poderia deixar de passar a experiência que tive trabalhando em mesa de operações atendendo muitos clientes com esse perfil.

Pelo menos 90 por cento são perdedores, deixam muita corretagem para corretora e amargam prejuízos relevantes na sua conta. Já vi um cliente perder um milhão de reais em poucos dias, e o limite de alavancagem potencializa essa perda.

Na maioria dos casos, o day trade vira um cassino, e quanto mais prejuízo o investidor tem, mais risco ele toma, na esperança de recuperação; portanto, se for se aventurar nessa estratégia, use uma parcela bem pequena do seu capital.

A forma mais lucrativa

Agora vamos falar do que realmente acredito ser a forma mais lucrativa de operar ações.

Em 27 de janeiro de 2016, eu ainda não fazia parte da equipe Empiricus, apesar de acompanhar as recomendações. Eu ainda trabalhava como broker na mesa de operações de uma corretora de investimentos e havia acabado de receber o tão esperado bônus. Fiz algumas aplicações já planejadas de renda fixa, em títulos públicos (Tesouro Selic, Tesouro IPCA+ e Tesouro Prefixado) e títulos privados (LCI/LCA/CDB) e, como de costume, seguindo as recomendações da Empiricus, separei uma parcela menor para comprar ações de uma boa empresa e manter para o longo prazo.

A ação que escolhi é uma velha conhecida e muito recomendada pela Empiricus, ITUB4 (Banco Itaú PN), ao preço de 23,69 reais, conforme nota de corretagem abaixo:

No dia 17 de outubro, segunda-feira, ITUB4 fechou cotada a 39,99 reais, ou seja, acumulei uma valorização de 70 por cento em um período de oito meses e meio mais os proventos recebidos no período.

Naquele momento, eu não estava apenas olhando para o preço – que estava muito convidativo –; eu estava atrás de uma boa empresa da qual eu pudesse ser sócio durante um longo período e que, ao mesmo tempo, tivesse potencial de valorização e distribuísse dividendos.

Tomei uma decisão com a tranquilidade de quem sabia o que estava fazendo e  com consciência dos riscos e oscilações de curto prazo – que já não me incomodam mais. Pelo contrário, vejo como oportunidade de comprar mais ativos, já que meu horizonte é de longo prazo e os recursos não me farão falta no curto.

Não estou dando esse exemplo para me gabar, até porque alguns ativos negociados na bolsa já valorizaram muito mais durante esse período. Apenas   para mostrar que depois de escolhas erradas, prejuízos tomados, finalmente consegui definir o meu perfil e a minha estratégia. Após esse amadurecimento, tudo ficou mais fácil, mais claro, mais leve. 

Você pode me perguntar: Mas José, outros ativos valorizaram também, você não poderia estar ganhando ainda mais?

Bem, eu não me importo mais com isso. “Poderia” é uma palavra que aprendemos a deixar de usar quando seguimos uma estratégia bem definida e temos convicção no que estamos fazendo.

Não sabemos como estará daqui a três anos essa mesma ação que subiu mais de 70 por cento no ano. No entanto, fica muito mais fácil criar expectativas futuras sobre a ação de uma boa empresa que conhecemos e acompanhamos.

É no médio prazo e no longo prazo que aproveitamos os grandes ciclos de alta do mercado. Basta observar como pensam os maiores investidores do mundo e os grandes lucros que eles tiveram ao comprar ações de empresas com essa visão.

Para investir como os grandes – Warren Buffett, por exemplo –, recomendo seguir nossas indicações das Melhores Ações da Bolsa, relatório do nosso analista Bruce Barbosa. É uma forma de ser sócio das melhores empresas do mercado e investir com a tranquilidade de quem sabe o que faz.

Exclusivo Assinantes PRO

 

1 – Hoje é dia de decisão do Copom, o juros caem ou não caem?

2 –Tenho 40 mil reais da venda de um veículo e gostaria de investi-lo a curto prazo (até janeiro). Meu banco não oferece nada interessante. Qual é uma boa opção e qual seria o IR, pois devo retirar o total e os possíveis lucros. – Israel Jr.

3 –Tenho uma boa aplicação em RDB do banco em que possuo conta. Com a queda da taxa Selic, o rendimento que hoje é de 97 por cento do CDI será afetado? Devo mudar para outro produto? – Jorge A.

 

Ficou com dúvidas sobre o assunto de hoje? Envie-as para jose.castro@empiricus.com.br que irei selecionar algumas para responder em textos futuros.

Um abraço, e bons investimentos!

José Castro

 

Links Recomendados

:. Tchau, tchau, CDI!

Conteúdo relacionado