A surpreendente chave para ser o melhor

Se você quer ser o melhor nos negócios, em qualquer tipo de trabalho que você faça, siga as regras do nosso guru.

Compartilhe:
Enviar link para o meu e-mail
A surpreendente chave para ser o melhor

Se você quer ser o melhor em seus negócios, não importa o seu trabalho, é preciso ser um bom escritor.

Por bom, não quero dizer perspicaz e manipulador – que consegue o que quer enganando pessoas. Para ser bom você precisa ser claro e persuasivo.

Para o nosso negócio a escrita é um meio para o fim. O fim é (1) expressar claramente uma ideia importante ou (2) convencer.

Para colocar em prática essas duas regras você não precisa ter a sensibilidade literária de Cormac McCarthy (romancista, dramaturgo e roteirista americano). Mas precisa executar as dicas que darei na newsletter de hoje.

Algumas das sugestões a seguir vieram de Bruce Ross-Larson, fundador do American Writing Institute.

Ele também é autor do Edit Yourself, um livro que considero um “plus” excelente na biblioteca de qualquer escritor.

Escrevendo frases boas: os dois grandes segredos

Antes de escrever um memorando convincente ou um copy eficaz, você deve ser capaz de escrever uma frase de qualidade.

A primeira regra de ouro da escrita é expressar uma – e apenas uma – ideia em cada frase (Ross-Larson permite duas ideias relacionadas em uma frase).

A segunda regra de ouro da escrita – e essa é minha – é certificar-se de que a ideia exposta é boa.

Os erros que acontecem pelo não seguimento dessas duas regras são bastante comuns. Aposto que são responsáveis por 60% a 80% dos textos mal escritos. Textos de autores que não as seguem, além de prolixos, são terríveis.

Quebre uma das regras de ouro da escrita e você terá problemas. Quebre as duas e o leitor terá dúvidas acerca da sua inteligência.

Ross-Larson identifica cinco tipos de frases

Direta

A mais simples e, por isso, a mais clara. A sentença direta tem uma oração principal e é o ponto de partida para inúmeras variáveis.

Exemplo: Restaurantes inteligentes estão colocando cogumelos peculiares no cardápio.

Enfeitada

A primeira variação comum da sentença direta é conectar uma frase no início, meio ou fim.

Exemplo: Sem sombra de dúvidas, o Alabama ficou mais parecido com o resto dos EUA.

Complicada

A segunda variação comum da sentença direta é adicionar um comentário ou explicação utilizando a conjunção “que”.

Exemplo: O livro também fica mais prejudicado que o normal pelo estilo da prosa de Elshtain, que é sincero em seus melhores momentos e arrastado em seus piores.

Condicional

Pode-se condicionar a sentença principal com outra oração que comece com “quando”, “se”, “porque”, “desde”, “como”, etc.

Exemplo: Quando Mr. Clinton brindar a Mr. Jiang na Casa Branca na próxima semana, haverá muitos críticos acusando-o de jantar com o demônio.

Multiplicada

Outra variação é combinar as estruturas acima e multiplicar suas partes.

Exemplo: O número de homens que consideram mães trabalhadoras como piores mães caiu vertiginosamente desde 1970, mas o número de mulheres que pensam assim não caiu na mesma proporção.

Cinco Técnicas para Melhorar suas Sentenças

Deixe suas sentenças mais curtas. Ross-Larson recomenda deixá-las com menos de 22 palavras – cerca de duas linhas digitadas.

Diversifique o tamanho. A cada três ou quatro sentenças, uma deve ser curta. Hoje em dia é aceitável encurtar frases usando fragmentos ou sentenças parciais.

Exemplo: Toda essa batalha não tranquiliza o povo. Pelo contrário.

Ocasionalmente, é bom usar sentenças muito curtas e/ou fragmentos para começar ou terminar parágrafos. Você pode ligar duas ou três frases curtas para criar ritmo.

Exemplo: Literatura é invenção. Ficção é ficção. Chamar uma história de história real é um insulto tanto para a arte quanto para a verdade.

Use um travessão para criar na sua sentença um rápido pit stop.

Exemplo: Nova York é uma cidade cheia de extremos – de riqueza e pobreza, de energia criativa e raiva.

Use o imperativo para prender a atenção.

Exemplo: Vá ao topo das montanhas, às fontes dos rios e aos polos cheios de gelo da Terra.

Fale com seus leitores diretamente para que sua mensagem fique pessoal e convincente.

Exemplo: Como um pai, você precisa fazer tudo o que for possível para manter seus filhos longe das drogas.

Use as técnicas a seu favor

Chega por hoje. Se eu falar mais, você ficará sobrecarregado.

Memorize essas regras e técnicas (ou as anote em um caderno) e edite seu próximo texto de acordo com elas. Pode ser uma apresentação da empresa em que você trabalha, do produto que você vende, ou mesmo uma promoção de seu serviço como profissional autônomo.

Você perceberá uma melhora imediata. Sua escrita terá mais energia e potência.

Pratique por uma semana e internalize alguns bons e novos hábitos de escrita.

Um abraço,

Mark Ford

 

Conteúdo recomendado