Como ir de bom ao ótimo em 4 passos

Saiba como melhorar suas habilidades profissionais

Compartilhe:
Enviar link para o meu e-mail
Como ir de bom ao ótimo em 4 passos

Uma colega me pediu para revisar uma carta de vendas (copywriting) em que estava trabalhando. Seu texto era regular e para fazê-lo ganhar vida seria necessário mudar pelo menos 30%.

Mas o problema não era o trabalho. O fato era que a escritora, uma copywriter bem-sucedida, era uma amiga.

Eu me preocupava que Sarah (esse não é o nome verdadeiro dela) ficaria chateada com tantas mudanças e não aceitaria minha revisão.

Está gostando desse artigo?Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos

Felizmente, ela não reclamou. Após ver minha edição, ela comentou que o copywriting estava melhor. Sarah prometeu aprender com as correções e escrever em um nível mais alto na próxima vez.

Eu me lembro de ouvir a resposta e pensar: “Sarah será uma profissional muito, muito boa”.

Essa história tem duas morais:

A primeira é sobre orgulho e seu oposto (humildade). Se você quer realizar grandes feitos e aprender habilidades complexas, algum orgulho é necessário para lhe motivar. Mas orgulho falso e exagerado é um importante obstáculo.

Sarah era uma copywriter talentosa. Se eu tivesse que compará-la com seus colegas diria que estava entre os 20% melhores da empresa. Ela havia ganhado o direito de argumentar sobre as minhas mudanças, mas não o fez. Seu orgulho a havia levado longe na carreira. Neste caso, pelo menos, ela não deixaria o falso orgulho impedir seu progresso.

Falso orgulho é um problema muito comum entre copywriters e escritores. Mas quando os escritores acreditam — ou desesperadamente querem crer — que seus textos estão além da reprovação, fazem mal à sua carreira, porque não podem mais se beneficiar de aprender com os outros.

Isso é verdade para músicos, jogadores de tênis, dançarinos, lutadores de sumô e presidentes de empresas. Os que estão dispostos a dizer “Eu sou bom, mas posso aprender para ser melhor” realmente são melhores. Os que dizem “Eu sou o melhor. Ninguém sabe mais do que eu” estão fadados, quase certamente, a levar tombos.

Ego. Egoísmo. Orgulho. Humildade. Confiança. Medo. Existem tantas emoções que fazem parte do desenvolvimento pessoal. O que você quer para sua carreira é a confiança que segue após as realizações, não o orgulho que precede a queda.

Para colocar de maneira diferente: não importa o quão bom você seja no que faz, existe sempre alguém no mundo que possa lhe ensinar algo.

Pense em sua melhor habilidade — o talento ou a capacidade mais importante para alcançar sua principal meta. Agora pergunte: “Eu estou disposto a reconhecer que existem pessoas que são melhores do que eu?”

Se você puder aceitar essa possibilidade, então pode aprender com eles. Se você amplia esta perspectiva, percebe que pode aprender coisas específicas com pessoas que não têm o seu domínio sobre o tema.

E, agora, vamos à segunda moral da história: o único jeito de melhorar uma habilidade é praticar. Ler sobre isso certamente ajuda. Conversar com especialistas pode servir também. Mas nenhuma quantidade de leitura e conversas fará tanto quanto a prática regular e focada.

Seres humanos são projetados para se desenvolverem por meio da prática. Tudo que aprendemos a fazer — de andar a escrever sinfonias — fica melhor por meio da prática. Isso faz nossos dedos se moverem mais rapidamente, os corações baterem de forma mais forte, leva os cérebros a serem mais espertos.

Pense dessa forma: nada na natureza permanece igual. Se você não está ficando melhor, está somente piorando.

E é isso que Sarah deveria saber sobre seu futuro como copywriter. Se ela continuar a praticar — aprendendo tudo que puder com outros copywriters mais experientes e habilidosos — a probabilidade de que um dia ela será ótima é quase de 100%.

Com prática e vontade de aprender, Sarah será uma das melhores copywriters do mercado.

Então, aqui está o processo para a grandeza:

1- Tenha orgulho de você — o suficiente para esperar que sempre fará o melhor trabalho que puder.

2- Saiba que, para melhorar, precisa reconhecer que existem pessoas no mundo que sabem coisas que você não sabe e que podem fazer muitas outras de maneira melhor. Tenha a humildade de procurá-las.

3- Conforme suas habilidades melhorarem e sua reputação se espalhar, resista à atração do falso orgulho. Cultive a humildade. Esteja confiante no que você sabe, mas esteja aberto a aprender coisas novas.

4- E faça do aprendizado e da melhoria das suas habilidades por meio da prática um hábito para a vida.

Um abraço,

Mark Ford

Leituras sugeridas:

:. Você está pronto para o Tsumoney

:. George Soros pede estímulos e vê “risco mortal” para UE

:. 9 dicas para conseguir um aumento

Conteúdo recomendado