De volta para o futuro

Para os céticos que torciam contra e apostavam que o Bitcoin logo iria morrer, não há resposta mais evolutiva do que o surgimento de uma próxima versão.

Compartilhe:
De volta para o futuro

Viva as correlações espúrias, pois há mais ruído que sinal no mercado financeiro.

À medida que o volume e os negócios aumentam, a proporção de ruído também aumenta.

Logo, a primeira pergunta que devemos fazer antes de tomar QUALQUER decisão de investimento é: isso é ruído ou é sinal?

Sob o rigor da lógica formal, é como se questionássemos: verdadeiro ou falso?

Veja que isso pouco tem a ver com juízos de valor.

Por exemplo: eu mesmo não tenho muita afinidade com o ferramental da Análise Técnica, não gosto de usar gráficos de P x t para selecionar os ativos nos quais invisto.

Porém, tenho convicção de que a Análise Técnica é, sim, verdadeira. Ou, na pior das hipóteses, de que há, nesse método, mais sinal do que ruído.

Cultivo diferentes motivos por trás dessa convicção. O principal deles é também o mais simples: a Análise Técnica passou no teste mais duro e relevante de todos – o teste do tempo.

Alguns dos primeiros documentos desbravando o grafismo remetem ao século 18, citando explicitamente padrões de tendência e reversão.

Não é também que os gráficos fossem usados cotidianamente pelos australopitecos… Mas o século 18 – na recente história do financismo – já pode ser tratado como um seríssimo teste do tempo.

Se a Análise Técnica fosse inútil, 100% ruído, já teria desaparecido completamente das mesas de operação. Traders profissionais não possuem grana nem paciência para gastar com tolerância a práticas que não funcionam.

Na mais recente das suas aplicações, a Análise Técnica agora encontra o promissor mundo das criptomoedas – que, por sua vez, também vem passando com louvor pelas primeiras provas de seu próprio teste do tempo.

Para os céticos que torciam contra e apostavam que o Bitcoin logo iria morrer, não há resposta mais evolutiva do que o surgimento de uma próxima versão.

A sobrevivência do mais apto é aqui confirmada sob a forma do Bitcoin 2.0 – ansioso já para ser analisado pelos melhores grafistas do mercado.

Nós chamamos de “Bitcoin 2.0” porque essa próxima versão:

1) Expandirá a forma atual do Bitcoin para muito além de seu uso corrente.

2) Será usada por, literalmente, milhões de pessoas.

3) E fará com que as criptomoedas se tornem dinheiro popular em todo o mundo.

Se você entrar hoje, pode realisticamente ganhar mais dinheiro no ano que vem do que em toda a sua vida, com apenas um investimento.

Há muito mais ruído que sinal no mercado.

Em compensação, um único sinal capturado na veia já pode ser capaz de nos fazer milionários.

QUERO INVESTIR NO TESTE DO TEMPO COM A BITCOIN 2.0